Alepa participa da cerimônia do Curso de Formação de mais de 100 delegados de Polícia Civil

Os 149 novos delegados da Polícia Civil aprovados no concurso público da corporação, participaram nesta segunda – feira (26), da cerimônia do Curso de Formação da Polícia Civil, após quatro meses de aulas técnicas, profissionais e teóricas realizadas na Academia de Polícia Civil (Acadepol). Os novos profissionais vão garantir o reforço no atendimento nas delegacias dos 144 municípios paraenses.

O evento realizado no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, atraiu autoridades na área de segurança pública, servidores do estado e políticos. O deputado Eliel Faustino, líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), esteve representando o chefe do Parlamento Paraense, deputado Márcio Miranda. O deputado Coronel Neil também prestigiou a cerimônia.

Para o deputado Eliel Faustino, os novos delegados significam o compromisso do governo com a segurança pública. “ Esse momento vem reforçar o contingente da Polícia Civil, que é um dos planos do governo fazer a reestruturação da corporação. O Pará é um estado continental e espero que cada um desses novos profissionais possa unir forças com os órgãos de governo e juntos oferecer melhor segurança à sociedade”, destacou.

Em seu discurso, o parlamentar também ressaltou a participação da Alepa no processo de ampliação de novos policiais no Estado.  “Nós que representamos o povo na Alepa nos sentimos felizes, porque aprovamos leis que garantiram ao governador ampliar o número de efetivos da polícia civil. Com o apoio dos deputados foi possível viver esse momento que estamos presenciando hoje”, evidenciou.

O governador Simão Jatene disse que os novos delegados vão atender todos os municípios. “São 149 delegados que ingressam na Polícia Civil e que era um grande desafio e  agora vão poder atender em todos os 144 municípios do Pará. Nós já tínhamos conseguido esse  número, mas com a proposta da reforma da previdência, muitos se aposentaram. O ingresso dessa nova turma jovem e cheia de disposição me deixa feliz porque vamos poder garantir novamente delegados em todos os municípios e dar mais um passo para combatermos a violência.

Ele também fez agradecimentos à Alepa na aprovação de leis importantes que garantiram o aumento de servidores na corporação.  “Agradeço mais uma vez ao Parlamento, porque se temos as leis, é porque foram aprovadas pelos deputados e nos permitiu a ampliação desse contingente garantindo a realização desse concurso que agora se encerra”, finalizou.

Esse foi o segundo concurso público realizado em menos de quatro anos na Polícia Civil. Do total dos 149 delegados formados, 28 são mulheres e 121 homens, oriundos de vários estados da federação. O concurso aprovou ainda 300 investigadores, 180 escrivães e 20 papiloscopistas. Em 2014, ingressaram 386 novos policiais, sendo 146 delegados; 90 escrivães; 131 investigadores e 19 papiloscopistas.

Entre as delegadas mulheres que vão atuar no Pará, está a gaúcha, Marília de Marchiori, de 35 anos. “ Gostei muito do Pará e como sempre sonhei em ser delegada de polícia, acho que aqui vai ser muito bom. Um dos desafios será conseguir contribuir para melhorar a segurança da sociedade paraense em um momento de muita violência como estamos vivendo”, disse.

O goiano Victor Luiz Couto Carneiro, de 30 anos,  já se sente em casa. “ Eu já conhecia o Pará e gosto muito daqui. Sei que a questão de acessibilidade em algumas regiões mais distante da capital será um dos desafios a ser enfrentado, mas não vou fazer corpo mole pra isso”, pontuou.   

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Luís Fernandes, ressaltou que um dos compromissos do governo em melhorar a segurança está sendo cumprido e que novas ações serão executadas.  “Estamos com investimentos de quase meio bilhão de reais para 2018 na área de segurança. Dentre as medidas, faremos a reposição da frota com mais de 800 novos veículos e 700 motocicletas, além de outras ações”, revelou.

O próximo passo será a lotação dos novos delegados nas unidades de Polícia Civil do Estado. A nomeação dos novos delegados é um dos compromissos  anunciados pelo governo do estado no combate à criminalidade e garantia de mais segurança à população paraense.

A partir da nomeação desses profissionais, a Polícia Civil contará com um terço do atual efetivo de policiais civis no Estado com menos de quatro anos de serviço. Isso significa a renovação da corporação policial. Em termos percentuais, a entrada de mais de 600 novos policiais civis nos quadros da Polícia Civil representará aumento de 20% no atual efetivo. Dados recentes  revelam que a corporação possui 2.413 policiais em atividade no Estado. 

O Curso

O Curso de Formação de Policiais Civis promovido no Pará é considerado pioneiro no Brasil com metodologias inovadoras e a inclusão de disciplinas exclusivas como Oratória; Abordagem psicopatológica do crime e da violência; Investigação financeira no enfrentamento de crimes envolvendo lavagem de dinheiro; Noções básicas de combate às fraudes veiculares; Linguagem Brasileira de Sinais; Atuação policial frente aos grupos vulneráveis e o Relacionamento com a imprensa e mídias sociais.

Comentários