Iasep orienta segurados sobre como prevenir a hipertensão

Esclarecer dúvidas e orientar sobre como prevenir a hipertensão foram os principais objetivos da palestra sobre nutrição, que encerrou as atividades de combate à conhecida "pressão alta" nesta quinta-feira (26), no Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep). A iniciativa marca o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

“Deve-se tomar cuidado com comidas quem possuem alto teor de gordura e sódio, que podem trazer sérios malefícios. É sempre bom comer de maneira moderada, com cautela, tentando equilibrar as refeições, para que não haja prejuízos à saúde’’, esclareceu à plateia a nutricionista Jaciara Côrrea, sobre o consumo das comidas tipicamente paraenses, como vatapá e maniçoba. Após a apresentação, a nutricionista tirou dúvidas sobre hábitos saudáveis e boa alimentação.  

A programação foi realizada pela Gerência de Assistência Preventiva do Iasep, e contou com serviços como aferição da pressão arterial e medição de glicose. Após as medições, segurados e servidores do Instituto participavam da palestra, recebendo orientação sobre a importância da prática de atividades físicas na redução da pressão arterial, tanto em indivíduos que já têm a pressão alta quanto naqueles que ainda não têm a doença.

A gerente de Assistência Preventiva do Iasep, Kátia Andrade, destacou a importância da orientação sobre prevenção. “Essas ações servem para despertar nos segurados a consciência da necessidade da prevenção das doenças e dos agravos que a hipertensão causa. Os danos da pressão alta podem ser evitados por meio de tratamento adequado’’, afirmou a gerente.

Aprovação - Segurado do Iasep, Renato Souza, que mora em Juruti, município do oeste do Estado, aprovou a iniciativa do Instituto. “Gostei muito das recomendações sobre comidas saudáveis, porque fiz meus exames recentemente e descobri que meu colesterol está alto. Vou tentar manter uma boa alimentação e continuar fazendo minhas caminhadas diárias’’, disse Renato Souza.

Segundo dados estatísticos do Ministério da Saúde, a hipertensão atinge quase 23% da população brasileira. A doença afeta de 11 a 20% da população adulta, com idade acima de 20 anos. Os fatores de risco para a hipertensão arterial são os hábitos alimentares irregulares, com um teor elevado de sódio (sal) e de produtos industrializados. O sobrepeso e a obesidade também são fatores de risco, além do consumo excessivo de cigarros.

Comentários