Simão Jatene anuncia novas medidas para reforçar ações de segurança no estado

O governador Simão Jatene abordou, nas redes sociais, o esforço que vem sendo feito pelo Governo do Estado para o enfrentamento da questão da segurança pública (Foto: REPRODUÇÃO)

Em pronunciamento nas redes sociais, o governador Simão Jatene afirmou que o Estado não vai recuar na luta contra a criminalidade, destacou reforço no efetivo e em equipamentos e anunciou proposta de compra de unidades habitacionais junto à Caixa Econômica Federal para policiais militares e instalação imediata do Centro Integrado de Inteligência, em parceria com Governo Federal.

No pronunciamento divulgado nesta segunda-feira (7), o governador Simão Jatene abordou o esforço que vem sendo feito pelo Governo do Estado para o enfrentamento da questão da segurança pública e informou que esta semana vai a Brasília para apresentar proposta de compra de 500 unidades habitacionais junto ao Governo Federal, via Caixa Econômica Federal, para garantir moradia com mais segurança para policiais e familiares. Simão Jatene também anunciará a implantação imediata do Centro Integrado de Inteligência, o qual deverá participar representantes de órgãos ligados à segurança e inteligência do Governo  Federal e onde também funcionará a Divisão Especial de Investigação de Crimes contra Agentes Públicos, especialmente, policiais civis e militares.

A proposta será detalhada somente após reunião com órgãos do Governo Federal e são unidades em “conjuntos financiados pela Caixa Econômica que estão praticamente prontos, mas paralisados por falta de recursos ou demanda”, informou o governador no comunicado.

Durante o pronunciamento, Simão Jatene destacou o lamentável avanço do crime organizado que gerou impactos em todo o país, com reflexos maiores nos estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, os quais "tem vivido nos últimos tempos um lamentável e inaceitável crescimento da violência, fruto, principalmente, do avanço do crime organizado ligado ao tráfico em todo território nacional, agravado pela dramática crise que expôs as entranhas de um País tomado pela corrupção, que vai do aparentemente inocente suborno para evitar uma multa, a histórica impunidade de políticos que enriqueceram na vida pública e utilizam seus impérios inexplicados para intimidar e manipular a população, dando o péssimo exemplo de que o crime compensa", afirmou Jatene.

O governador Simão Jatene criticou ainda a postura daqueles que pregam a política do “quanto pior, melhor”, tentando se aproveitar do momento com objetivo de obter dividendos políticos, ainda que sobre a desgraça alheia”, disse.

Aumento do efetivo - Simão Jatene ressaltou ainda as ações concretas já em curso para reforçar a área de segurança, implementadas pelo Governo do Estado, para combater a criminalidade no Pará. Dentre elas, está por exemplo, o aumento imediato do efetivo, com as seguintes medidas: realização de concurso público, capacitação e nomeação de 600 novos policiais civis (leia mais aqui), incluindo delegados e investigadores e que já estão em ação nas unidades de todos os municípios; a manutenção do sistema de duas promoções anuais aos policiais, o que garantiu quase 15 mil promoções nos últimos sete anos; a etapa final da conclusão de formação para 2 mil novos policiais militares e que estarão em breve já atuando nas ruas de todo o Estado; aumento em dobro do valor da jornada extraordinária, objetivando reduzir a exposição dos policiais nos chamados “bicos”. Além disso, Jatene ainda informou que “estamos substituindo 400 policiais da ativa que estão em trabalho interno e administrativo, por policiais da reserva e aumentando o apoio e integração com as Guardas Municipais, disponibilizando veículos e equipamentos”, disse.

Além disso, o Estado está realizando concurso público para a área prisional. São 969 vagas para nível médio e superior (veja aqui), com 500 vagas para o cargo de agente prisional. As provas teóricas já foram realizadas. Acompanhe a íntegra do pronunciamento a seguir:

Investimento, valorização e equipamentos para segurança – Além das promoções, mantidas mesmo durante a crise econômica, Jatene destacou a renovação da frota de veículos das forças de segurança (clique aqui), inclusive com aeronaves; a construção de cerca de 70 novas delegacias no modelo UIPP (Unidades Integradas Pro Paz); a compra de coletes e armamentos para todos os policiais e realização permanente de cursos de qualificação, treinamento e capacitação.

Simão Jatene encerrou o pronunciamento afirmando que “o  Governo do Estado reconhece a gravidade da situação e tem dedicado toda a atenção ao aparato de Segurança para reverter esse quadro, que deve preocupar todo cidadão de bem”.

“Não recuaremos na luta contra a criminalidade e estamos tomando medidas para reverter a situação que em certos momentos podem gerar reação e até aumentar a tensão, mas, tenho certeza que, com a compreensão e apoio de todas as pessoas de bem e do bem, o estado superará esse momento, contribuindo para que no País e, particularmente em Belém e no Pará, volte a reinar a paz”, concluiu o governador.

Comentários