Prefeitura de Belém lança projeto para combater as irregularidades no trânsito

Para sugerir uma via para o Comando Educativo atuar, os internautas podem enviar fotos de flagrantes para as redes sociais da Semob. (Foto: João Gomes / COMUS)

Com o objetivo de diminuir a incidência de infrações de trânsito e conscientizar o condutor em respeitar as regras de circulação impostas pelo Código de Trânsito Brasileiro, a Prefeitura de Belém através da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), lançou na manhã desta quinta-feira, 10, o Comando Educativo, um projeto em que os agentes educadores da Semob selecionam uma via que apresente grande índice de reclamações e denúncias de moradores, transeuntes e usuários das redes sociais e realizem autuações educativas – que não apresentam valor monetário – nos veículos flagrados em irregularidades.

A primeira via escolhida para o lançamento do projeto foi a travessa Antônio Barreto, onde os agentes educadores percorreram as duas calçadas da via, desde a avenida Generalíssimo Deodoro até a avenida Visconde de Souza Franco. A principal irregularidade flagrada pelos servidores foi o estacionamento irregular e suas vertentes, como no passeio da calçada, nas vagas reservadas aos idosos ou pessoas com deficiência sem a credencial que comprove tal condição, inclusive mesmo apresentando no painel do automóvel uma credencial para deficiente, o veículo foi autuado, já que estava ocupando uma vaga reservada para idosos. “A sinalização nesse trecho está bem clara, mesmo sendo preferencial, não posso ocupar uma vaga que não é minha, já que outra pessoa acabaria sendo prejudicada”, explicou a agente educadora Mônica Carvalho.

A autônoma Adriane Vinagre possui um estabelecimento comercial na Antônio Barreto e conta que as irregularidades de trânsito são constantes. “A gente sempre ouve aquelas velhas desculpas de que a pessoa vai parar em fila dupla ‘rapidinho’, porque tem um compromisso importante em tal lugar, mas a pessoa esquece o transtorno que ela causa no entorno. Por isso, a Semob está de parabéns com essa iniciativa, a ação merece nota mil!”, elogiou.

A superintendente da Semob, Ana Paula Grossinho, explica que o Comando Educativo é uma espécie de evolução do projeto Multa Cidadã, lançado em 2015.  “No primeiro ano desta campanha fizemos um amplo trabalho nas ruas com a Multa Cidadã, notificando os condutores infratores com uma abordagem educativa. Já no ano seguinte criamos uma interface com os internautas para que as denúncias feitas pelo Twitter da Semob passassem a gerar uma nova Multa Cidadã, porém essas possuíam os mesmos moldes da autuação emitida pela Semob. Dessa vez o Comando Educativo vai às ruas, atuar de forma presencial, dessa forma a interação entre o agente educador e o motorista infrator acaba gerando uma maior conscientização”, disse.

Para sugerir uma via para o Comando Educativo atuar, os internautas podem enviar fotos de flagrantes de irregularidades de trânsito para o perfil no Twitter da Semob (@SeMOB_Bel), com a hashtag #ComandoEducativo, ou para o e-mail contato.semob@belem.pa.gov.br. As vias com maior índice de denúncias terão prioridade no cronograma.

Comentários