Operação Tiradentes II vistoria comércios, condomínios, bares e casas noturnas

Estabelecimentos prestadores de serviços, condomínios, boates e casas noturnas serão vistoriados, nesta sexta-feira (11) e no sábado (12), pelo Corpo de Bombeiros do Pará com apoio da Polícia Militar. Juntos, os órgãos de segurança realizam a Operação Tiradentes II, deflagrada pelo Conselho Nacional de Comandantes Gerais dos Bombeiros e da PM em todo o país. No Pará, além de Belém e Região Metropolitana, outros 24 municípios também fazem a operação, que iniciou simultaneamente às 8h de hoje.

De acordo com o coronel Marcos Norat, comandante operacional do Corpo de Bombeiros do Pará, a Tiradentes II tem como principal objetivo identificar irregularidades nas normas de proteção e prevenção a incêndios, definidas na Lei 13.425/17 que estabelece as diretrizes gerais sobre essas medidas preventivas e o combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público. “É uma operação preventiva. Vamos fiscalizar e, se for o caso de encontrar problemas ou irregularidades, orientar seus proprietários ou responsáveis, de que forma eles devem ser resolvidos. Esses terão um tempo para se adequar as normas e se as mesmas não forem cumpridas, podemos autuar e, em seguida, interditar”, disse.

O coordenador da operação na Região Metropolitana, coronel Hayman Souza explicou mais detalhes da ação. “Vamos verificar todo o sistema de segurança contra incêndio e emergência. Redes de hidrantes, equipamentos de proteção contra incêndios móveis (extintores), sua validade, posicionamento, identificação; verificar se os estabelecimentos de concentração de público estão com certificado de licenciamento do Corpo de Bombeiro em dia, se há existência de portas corta fogo, se dão vazão adequada ao número de pessoas que podem estar no local, entre outras”, detalhou.

Mais de 150 homens do Corpo de Bombeiros participam da Operação em todo o Estado. Pela manhã até às 18h, serão fiscalizados postos de combustível, comércios e condomínios. Já durante a noite, outras equipes iniciam os trabalhos nos bares e casas noturnas com grande fluxo de pessoas, além do pronto-atendimento em serviços operacionais como combate a incêndios, serviços de resgate, salvamento e atendimento pré-hospitalar.

Aguardando para abastecer seu carro em um dos postos de combustível fiscalizados, o técnico em segurança do trabalho, Alan Barras aprovou a Operação. “Isso tem que ser feito mesmo. Posto gera muito risco e se, por exemplo, os extintores não estiverem em dia, uma explosão ou um vazamento pode ter sérias consequências, gerando acidentes graves. Acho importantíssimo também vistoriar esses lugares fechados com muitas pessoas. Temos exemplos de acidentes ocorridos nesses lugares, é uma evolução esse tipo de fiscalização”, opinou.

Ao todo, 160 homens vão participar da Operação em todo o Estado, que também acontecerá em cidades como Altamira, Santarém, Itaituba, Redenção, Marabá, Tucuruí, Parauapebas, Redenção, Barcarena, Vigia, Salinópolis, Salvaterra, Moju e Cametá.

Comentários