Geriatra alerta para risco de doenças respiratórias em idosos

Para os idosos, as doenças respiratórias oferecem mais riscos, daí a necessidade da prevenção, principalmente no inverno amazônico (Foto: ASCOM HJB)

Internada há 15 dias no Hospital Jean Bitar (HJB), em Belém, com infecção pulmonar, a aposentada Benedita Araújo da Silva, 77 anos, passou o Dia das Mães (13) na companhia da filha, Cleise Araújo, 45 anos. Benedita está entre os vários pacientes com esse problema nesta época do ano. Segundo a geriatra Tanise Maia, as infecções respiratórias são provocadas por diversos tipos de vírus, facilmente transmitidos por meio de espirro, tosse ou contato com superfícies contaminadas.

“Os idosos são mais suscetíveis a essas doenças, por isso precisam sempre se prevenir e redobrar cuidados, principalmente no inverno amazônico, quando a vulnerabilidade maior se deve à fragilidade do sistema imunológico nessa fase da vida”, explicou a médica do HJB.

Mesmo passando uma data importante em um leito hospitalar, a aposentada agradeceu pela qualidade do tratamento oferecido na unidade de saúde. “As pessoas aqui estão sempre com sorriso no rosto, e nos atendem muito bem. Eu nunca vi um atendimento tão humanizado assim”, afirmou Cleise Araújo.

Natural de Alenquer, no oeste paraense, Benedita teve que mudar temporariamente para Belém e seguir o tratamento prescrito pelos especialistas do “Jean Bitar”, que é referência em geriatria no Pará para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Vamos passar nosso domingo aqui, juntas, recebendo visitas de familiares e amigos, e assim suprir um pouco a falta de casa”, disse a paciente.

As doenças respiratórias também são um risco para crianças, portadores de doenças crônicas (como diabetes, doença cardíaca ou pulmonar), gestantes, obesos ou imunodeprimidos, frisou a especialista Tanise Maia, ressaltando que “independentemente da situação vacinal, essas pessoas devem reforçar os cuidados e a prevenção, evitando ambientes aglomerados e lavando as mãos várias vezes ao dia, com água e sabão”.

Usuária do HJB, Arcenia da Silva Gomes, 78 anos, há cinco anos convive com esse perigo. Ela foi encaminhada pela Unidade Básica de Saúde (UBS) da Sacramenta, bairro onde reside, para tratamento de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) no “Jean Bitar”. Acompanhada da filha e responsável, Maria do Socorro Gomes, 58 anos, Arcenia começou o tratamento pela consulta  com a geriatra.

Homenagem - Às vésperas da comemoração pelo Dia das Mães, as pacientes do ambulatório foram surpreendidas com uma homenagem organizada pelo Grupo de Trabalho Humanizado (GTH), que incluiu distribuição de brindes, confeccionados pelas próprias funcionárias para homenagear as mães, usuárias e colegas de trabalho.

“Quero agradecer a todos, médicos, enfermeiros, porteiros. A todos vocês que trabalham aqui desejo muita paz e saúde, e que continuem nos tratando com muito carinho”, disse Maria do Socorro Gomes, externando sua aprovação do atendimento no HJB, cujo índice de satisfação está acima de 93%, segundo a pesquisa feita com usuários, pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU).

Resultados positivos - O diretor executivo da unidade hospitalar, Giovani Merenda, ressaltou os resultados positivos das pesquisas de satisfação dos usuários, que não é inferior a 90% desde o início da administração do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), feita em parceria com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde Pública (Sespa), há dois anos. “Isso é o resultado do compromisso de todos pela qualidade dos serviços. Um feliz Dia das Mães para todas, em especial às nossas colaboradoras, usuárias e acompanhantes”, disse Giovani Merenda.

De janeiro a março deste ano, a equipe multiprofissional do HJB realizou 6.598 atendimentos ambulatoriais, sendo 300 em pneumologia, 334 em geriatria e 346 internações na clínica médica.

Com assistência de média e alta complexidade, o Hospital Jean Bitar dispõe de 70 leitos e é referência estadual para endoscopia digestiva, endocrinologia, reumatologia, geriatria, pneumologia e clínica médica. Os usuários contam com uma equipe de especialistas, estrutura, equipamento e tecnologias de ponta para realização de cirurgias na parede abdominal e gástrica, e nas vias biliares e intestino.

Serviço: O Hospital Jean Bitar funciona na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, Bairro do Umarizal, em Belém. Mais informações: (91) 3239-3800.

Comentários