Atletas de Mãe do Rio se destacam em etapa regional dos JEPs

Com medalhas de ouro em handebol, futsal e basquetebol, e prata em voleibol, o município de Mãe do Rio, no nordeste paraense, encerrou sua participação na 2ª etapa Regional dos Jogos Estudantis Paraenses (JEPs) no sábado (12). A participação de Mãe do Rio na competição, que completa 60 anos em 2018, iniciou antes de sua elevação à condição de município, há 30 anos.

Um dos veteranos ainda em atividade é o professor Isaac Lopes, que há quase 50 anos participou pela primeira vez do evento, em Belém, ainda com a denominação de Jogos Estudantis do Interior.

Hoje, o professor de Educação Física forma sua terceira geração de competidores, entre os quais o socorrista Warley Lima, 36 anos, que trabalha no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ex-atleta de basquebol, ele agora acompanha o filho, Vitor, nos JEPs.

Aos 16 anos, Vitor Lima estará pela terceira vez na fase estadual em Belém, pela Escola Estadual Padre Marino Contti, integrando a equipe de basquetebol, como o pai dele esteve há mais de 20 anos. "São centenas de estudantes que treinaram comigo, e sempre digo aos novatos que mais de 80% deles se tornaram cidadãos de bem, honrados, que estudaram e hoje têm uma profissão digna", ressaltou Isaac Lima.

A Regional Mãe do Rio dos JEPs teve 409 atletas inscritos. Destes, 150 são do município-sede. Eles disputaram as modalidades futsal, voleibol, basquetebol e handebol. Segundo a coordenadora municipal dos Jogos, Chiara da Silva Sampaio, a prática esportiva ocorre durante o ano todo nas escolas das redes municipal e estadual, "tanto que a seletiva municipal recebe inscrições de todas as escolas, e o ginásio da cidade funciona durante o ano todo para atender à procura de professores por treinos fora do horário escolar, porque acreditamos no poder transformador do esporte na vida do jovem".

Resultados - Mãe do Rio sediou pelo quarto ano uma das etapas dos JEPs, que teve entre os vencedores as atletas de voleibol da Escola Técnica de Paragominas, na categoria B (15 a 17 anos), e a equipe de voleibol “B” da Escola Nikkei, de Tomé- Açu.

No futsal masculino A (12 a 14 anos), os estudantes da Escola Estadual Deuzalina Lima venceram, pelo placar de 6 x 1, a equipe do Colégio Luterano de Tomé-Açu. A atleta de basquetebol Maria Luisa Silva, da categoria A de basquete, treina desde as séries iniciais do ensino fundamental maior, e estará na etapa estadual dos Jogos.

A estudante quer seguir os passos do irmão, Marcos, atleta de Mãe do Rio revelado nos Jogos, que hoje integra o time de basquete do Paysandu, na capital paraense. "Tudo iniciou com o meu pai, que era atleta de voleibol nos JEPs. Aqui, em Mãe do Rio, desde criança gostamos de praticar esporte”, disse Maria Luisa.

Atletas de Acará, da Escola Deuzalina Lima, ficaram com o ouro nas categorias A e B Masculino. Já na categoria B Feminino do Futsal o ouro foi conquistado, nos pênaltis, pelas alunas da Escola Estadual Irmã Agnes, de Ipixuna do Pará, que derrotaram a equipe de Altinópolis, da Escola Professora Izabel Amazonas.

No final das competições, além de destacar os vencedores, o momento foi também de solidariedade a quem não conseguiu subir ao pódio. Edson Rodrigues, técnico da Escola Luterana de Tomé-Açu, enfatizou aos atletas que vencer e perder faz parte da vida. Segundo ele, "saber trabalhar bem essa questão na cabeça dos nossos alunos os torna mais fortes e preparados para a formação futura".

Comentários