Polícia Militar organiza primeiro curso de operador de drones

O 1º Curso de Operador de RPA em Atividade de Segurança ocorre de dia 21 a 25 de maio com aulas teóricas e práticas (Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ)

A Polícia Militar iniciou na manhã desta quarta-feira, 16, na sede do Comando Geral, em Icoaraci, o processo de habilitação ao 1º Curso de Operador de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPA - Remotely Piloted Aircraft), conhecidos popularmente como drones, oferecido pela PM do Pará. Vinte candidatos participaram das avaliações psicológica e técnica.

Na quinta-feira, 17, a previsão é de que os 23 inscritos sejam submetidos aos testes de aptidão. O resultado final das avaliações será divulgado até a próxima sexta-feira, 18. Os habilitados estarão credenciados a participar do curso previsto para o período de 21 a 25 deste mês.

Na programação de hoje foram formados dois grupos, avaliados pela equipe do Centro Integrado de Psicologia e Assistência Social (Cipas). Em seguida os candidatos foram à parte prática, coordenado operacionalmente pelo cabo Antônio Donato, da Assessoria de Comunicação da PM.

“Hoje, participaram 20 pré-candidatos. Eles realizaram o teste de atenção, ou seja, a avaliação psicológica e o teste prático para percebermos os que têm aptidão para operar a aeronave. É um teste que envolve tanto a coordenação motora, como a coordenação visual”, explicou o cabo Donato. Dentre os avaliados estavam agentes da PM, Polícia Civil e Força Aérea Brasileira (FAB).

Há sete anos no Centro de Policiamento da Capital 1 (CPC), o cabo Sandoval Cardoso Júnior, 29, se mostrou entusiasmado em poder participar do treinamento oferecido pela Polícia Militar – fruto de convênio com o Ministério Público do Estado (MPE). “Sempre observei a operação desse tipo de equipamento, mas venho aqui para ampliar os conhecimentos técnicos”, disse.

Pela Polícia Civil, o investigador Gabriel Ferreira, 27, destacou também o ganho técnico. “Nós que trabalhamos com diversas situações, muitas operações e ações para dimensionar nosso campo de atuação. O curso é muito oportuno”, declarou o policial.

Já o tenente e piloto da Força Aérea Brasileira, Jonas Maciel, disse que a capacitação trouxe especificações e novidades mesmo para quem já tem experiência na área.

Curso – O 1º Curso de Operador de RPA em Atividade de Segurança ocorre de dia 21 a 25 de maio com aulas teóricas no Comando Geral e atividades práticas no Parque Estadual do Utinga, Alça Viária e Centro de Treinamento da PM. A PM do Pará é uma das primeiras a capacitar policiais na atuação com drones, o que demonstra que a corporação está atenta às novas tecnologias que podem ajudar a Segurança Pública no combate à criminalidade.

O curso tem a previsão de participação de 40 agentes de segurança, grande parte da PM do Pará, mas também da Polícia Militar do Piauí, além de representantes da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Força Aérea Brasileira e Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran).

Comentários