Plataforma digital auxilia Procons na solução de conflitos

Apresentação da plataforma consumidor.gov.br realizada na quarta-feira, 16, em uma assembleia, que contou com a participação de representante de vários órgãos. (Foto: ASCOM SEJUDH)

Com o objetivo de apresentar a plataforma consumidor.gov.br foi realizada nesta quarta-feira, 16, uma assembleia entre o Conselho de Usuários da operadora Telemovél, Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon) e Defensoria Pública do Pará, no shopping Boulevard, em Belém. O evento também contou com a presença de representantes dos Procons de outros estados, como Roraima e Amazonas.

Essa ferramenta, que faz a relação entre o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/1990) e o Plano Nacional de Consumo e Cidadania (Decreto 7.963/2013), propõe a resolução de conflitos de forma rápida e desburocratizada pela internet, solucionando, atualmente, 80% das reclamações registradas no site, em um prazo médio de sete dias.

O diretor do Procon/PA, Moysés Bendahan, informou o que a plataforma traz de benefício para o órgão: “Essa iniciativa, que está sempre se aperfeiçoando, é muito importante para nós, até mesmo na questão do conforto, porque ela evita, às vezes, que os conflitos cheguem aos Procons e, dessa forma, que essas demandas cheguem aos juízes e que o consumidor tenha que ir e voltar várias vezes”, explicou o diretor.

Ele também relaciona outros benefícios mais extensos. “A ação não é ligada, somente, ao serviço de telefonia. O consumidor.gov é uma ferramenta abrangente, gratuita, acessível e com um índice de resposta muito bom, além da facilidade que o cidadão tem de poder resolver o seu problema sem sair de casa”, detalhou.

O defensor público e representante do Núcleo de Defesa do Consumidor, Cássio Bitar, demonstrou satisfação ao falar sobre o que demonstra a iniciativa de integrar as empresas à ferramenta. “Apresentar essa plataforma ao consumidor é uma grande demonstração de boa fé. É uma maneira de afirmar a essa sociedade que a empresa se preocupa em atender seus clientes de forma satisfatória, de se reinventar e estar preparado para lidar com a concorrência”, frisou.

Já o representante do Conselho de Usuários da Operadora Telemovél, Ricardo Alves, aproveitou a oportunidade da assembleia para falar sobre o acesso para pessoas com deficiência no site. “É uma ferramenta que está auxiliando muito às empresas que querem prestar melhor serviço aos clientes e, principalmente, está ajudando as PcD’s, porque essa plataforma vem com o recurso de acessibilidade que possibilita fazer reclamações de forma inclusiva e facilitada”, destacou Ricardo.

A plataforma consumidor.org.br, criada com o intuito de resolver embates na relação de consumo de forma mais cômoda para o consumidor, está disponibilizada também como aplicativo para aparelhos com sistema operacional Android ou iOS.

Comentários