Na Semana Nacional dos Museus, professores debatem importância do estágio

A mesa temática “O Museu de Arte como campo de estágio” atraiu estudantes universitários nesta quarta-feira, 16, à programação da 16ª Semana Nacional dos Museus, no Palácio Antônio Lemos. (Foto: Alessandra Serrão - NID/Comus)

“O estágio é a iniciação profissional do acadêmico. Eu acredito que o museu tenha uma finalidade educacional tanto para o estagiário quanto para o visitante”. A fala é do professor da Universidade da Amazônia (Unama) Marcio Alvez Figueira, que palestrou na mesa temática “O Museu de Arte como campo de estágio” nesta quarta-feira, 16, durante a programação da 16ª Semana Nacional dos Museus, no Palácio Antônio Lemos, sede da Prefeitura de Belém.

“Foi onde eu pude agregar conhecimento, foi aqui que conheci museólogos, arquitetos, geógrafos, historiadores e outros de diversas áreas que me permitiram trocar informações e trocar experiências”, continuou o palestrante que, entre 2016 e 2017, foi estagiário no Museu de Arte de Belém (Mabe).

Participantes da palestra, os estudantes de Artes Visuais da Unama Tharynne Lopes e Mayron Silva falaram sobre a importância do evento. “A palestra vai principalmente me ajudar a saber que caminho eu quero seguir, direcionado à arte”, disse Tharynne. “A programação valoriza o papel do artista”, completou Mayron.

Janice Lima, coordenadora do Mabe, disse que a mesa temática teve o objetivo de levar conhecimento e apresentar experiências de alunos sobre o estágio em museus. Para ela o evento é “uma forma de aproximação que o museu pode oferecer para o aluno que pretende ter mais conhecimento no setor”.

Programação - A programação continuou com a mesa formada por arquitetos tratando da restauração do palácio Antônio Lemos.

Com o tema “Museus construindo hiperconexões: novas abordagens, novos desafios”, a 16ª Semana Nacional dos Museus segue até domingo, 20.

Comentários