Ampliação de prédio histórico da PM será entregue em junho

No início de junho está prevista a entrega da primeira etapa das obras de reforma do prédio histórico do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), localizado na esquina da avenida Assis de Vasconcelos com a travessa Gaspar Viana, bairro Reduto. Na manhã desta sexta-feira (18), o comandante geral da PM, coronel Hilton Benigno, acompanhado do coronel Luiz Otávio e de equipe técnica, visitou as obras de engenharia da unidade onde será instalado a nova sede do 2º Batalhão, que abrange bairros como Campina, Cidade Velha e Reduto. O prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“Estamos inspecionando o serviço que já está 90% concluído. Nosso cuidado é por se tratar de um prédio histórico, mas também por conta das instalações a serem oferecidas aos nossos militares”, disse o coronel, que percorreu toda a área física do novo espaço que irá comportar, dentre outras instalações, alojamentos, almoxarifado, auditório e reserva técnica.

A segunda etapa tem previsão de entrega em setembro deste ano, durante as comemorações do aniversário da PM, que ocorre no dia 25 de setembro. Na data prevista o prédio completará 164 anos de existência. As obras de ampliação e restauro têm investimento do Governo do Estado da ordem de R$ 5,2 milhões, recursos do próprio tesouro estadual.

Para quem desconhece, a edificação do antigo quartel tem um forte contexto histórico, exemplificado pelas Guerras do Paraguai e de Canudos, momentos em que construção assumiu um papel estratégico. De acordo com a Polícia Militar, na parte histórica do prédio onde está prevista o trabalho de restauro, serão instalados o museu da PM, e as sedes da Companhia Independente de Polícia Turística (Ciptur) e do Comando de Policiamento da Capital (CPC). 

Comentários