Escola Técnica Anísio Teixeira de “Portas Abertas” para o empreendedorismo

Estudantes da Escola Técnica Anísio Teixeira, no bairro do Umarizal, em Belém, participaram da 6ª edição do Projeto “Anísio Teixeira de Portas Abertas”. (Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc)

Estudantes da Escola Técnica Anísio Teixeira, no bairro do Umarizal, em Belém, participaram, na terça-feira (22), da 6ª edição do Projeto “Anísio Teixeira de Portas Abertas”. O evento teve  programação voltada para aproximar do mercado de trabalho os futuros profissionais dos cursos de Marketing, Comércio, Secretariado e Administração.

Nos três turnos foram montadas feiras para comercialização de produtos, comidas típicas, doces e salgados, oriundos de microempresas montadas pelos estudantes para proporcionar experiência com o comércio. Foram promovidas também palestras e ainda oficinas sobre temas voltadas para o empreendedorismo. 

A coordenadora de Integração de Estágio da escola, Graziella Leite detalha que a programação da 6ª edição do Projeto Portas Abertas foi preparada para despertar competências, habilidades e atitudes nos estudantes de forma específica para cada curso.

Houve palestras sobre assédio moral, oficinas de secretariado, marketing, fotografia e ainda um trabalho específico com orientações de como preparar currículos.

O evento contou com parcerias da Universidade da Amazônia (Unama) e Centro Integrado Empresa Escola (Ciee). A representante do Ciee, Kelly Reis disse que o Centro trouxe para a escola a divulgação sobre as vagas de estágio como forma estimular os estudantes a se cadastrarem no site da instituição e visualizar oportunidade de estágio de acordo com perfil de cada um deles. “Podem se cadastrar no Centro, além de estudantes do ensino técnico, ainda universitários e alunos do ensino médio”, pontuou a representante do Ciee.

A concluinte  do curso de Comércio, Vívian dos Anjos disse que o Anísio Portas Abertas colabora para o estudante colocar em prática tudo o que aprendeu durante o curso. “Hoje a gente teve uma grande oportunidade de testar nosso conhecimento acadêmico de forma bem prática, ajustando detalhes para quando estivermos no mercado errarmos o mínimo possível”, ressaltou.

Atualmente a Escola Técnica Anísio Teixeira tem cerca de 900 estudantes matriculados. A instituição oferece a modalidade de Curso Técnico Integrado, com duração de quatro anos, e  Técnico Subseqüente, com dois anos de duração, que é destinado exclusivamente para quem tem o nível médio e  tem interesse de fazer o curso técnico.

O estudante Pedro Gabriel Oliveira, cursa o 2º  ano do Curso de Marketing e detalha que o evento de empreendedorismo contribui muito para o aprendizado do futuro profissional. Ele participou da palestra “Como trabalhar com público” e da oficina de “Elaboração de Currículo”.

Outro estudante do Curso de Marketing, Felipe Silva montou a empresa Pai d’égua e viveu um dia de vendedor. “Foi um evento maravilhoso, aprendemos desde  como criar uma empresa até como cuidar da qualidade dos nossos produtos no mercado. Uma oportunidade especial”, declarou.

O Estado do Pará tem atualmente 23 técnicas na capital e no interior. São mais de 25 mil estudantes em 230 cursos. O ingresso nas Escolas Técnicas Estaduais é através de processo seletivo anual. Outras informações no hotsite www.seduc.pa.gov.br\site.eetepa ou pelo fone (91) 3201 5115.

Comentários