Prefeitura de Belém atende famílias atingidas por incêndio no Guamá

Representantes da Prefeitura de Belém estiveram prestando o auxilio às famílias atingidas pelo incêndio. (Foto: Nenhum)

Uma grande força tarefa foi organizada na manhã desta sexta-feira, 01, pela Prefeitura de Belém em parceria com o Governo do Estado, para atender as famílias que tiveram as casas atingidas pelo incêndio ocorrido na noite de ontem, 31, na vila Santa Maria Gorete, bairro do Guamá. Cerca de 15 casas de madeira foram tomadas pelo fogo e dezenas de pessoas ficaram desabrigadas.

Atendimento psicológico, social e de cidadania foram oferecidos durante toda a manhã, no prédio da Estação Cidadania, do Guamá, por equipes da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), Defesa Civil Municipal, Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab) e Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

“Esse primeiro momento é para identificar as famílias. A Defesa Civil também está fazendo o levantamento das perdas e das casas dessas famílias. Depois elas são encaminhadas para a retirada da documentação, recebem os primeiros atendimentos e realizam as inscrições para os programas sociais”, explicou a presidente da Funpapa, Adriana Azevedo.

Ainda durante a manhã, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, esteve no local do incêndio e colocou todos os serviços da Prefeitura de Belém à disposição das vítimas. “Estamos aqui, a Prefeitura com toda sua estrutura, com a Defesa Civil, Funpapa, e as ações de assistência social, educação e saúde. Todos juntos para dar acolhida e solidariedade para as famílias nesse momento”, disse.

Desde a noite de ontem, a Defesa Civil vem auxiliando os moradores da vila atingida pelo sinistro. Segundo Yan Miranda, coordenador da Defesa Civil, o objetivo é minimizar os transtornos da tragédia. “Hoje se inicia uma nova etapa, que é integrar os órgãos públicos municipais e estaduais, para poder minimizar o transtorno das famílias atingidas”, pontuou.

As famílias que residiam em casa própria foram cadastradas para receber o Cheque Moradia pela Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) e a entrada no programa Minha Casa, Minha Vida, pela Cohab, já as que viviam em residências alugadas foram inscritas pela Funpapa para o auxílio aluguel.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) também esteve no bairro com equipes da Unidade Municipal de Saúde (UMS) do Jurunas e do Consultório na Rua (CnR) para fazer a triagem e o acompanhamento de saúde das pessoas. O terreno atingido pelo incêndio também receberá a ação de limpeza da Secretaria de Saneamento (Sesan), que disponibilizou para o sábado, 02, e domingo, 03, cerca de 40 agentes de limpeza e sete caçambas, para a limpeza na área.

Incêndio – Com grande proporção o incêndio foi registrado por volta das 19h desta quinta-feira, 31, na vila Santa Maria Gorete, bairro do Guamá. No total, 15 casas foram atingidas. O Corpo de Bombeiros utilizou 12 carros para controlar e apagar as chamas. Uma pessoa, identificada como Pedro Furtado do Espírito Santo, 58 anos, morreu por não conseguir sair de casa antes que as chamas atingissem a residência.

Uma das vítimas da ocorrência é o professor de educação física, Cássio Araújo, que morava só com mãe Rita de Cássia. “Fiquei sabendo do incêndio pelo meu cunhado. Quando cheguei o fogo estava muito alto e já estava tudo queimado lá atrás”, lembra. Agora, ao lado da mãe, Cássio vai tentar seguir em frente. “Estamos tendo esse apoio da Prefeitura e do Estado e agradecemos a Deus que ninguém ficou ferido, erguer a cabeça e pedir que Ele nos abençoe”.

Solidariedade - No momento do incêndio, o proprietário do Centro Educacional do bairro, que fica ao lado da vila atingida, ajudou no combate as chamas. “A gente lutou para que não se transformasse em uma tragédia maior. Infelizmente, houve a perda de uma pessoa”, contou o educador Adonis Heloin.

A ajuda e a solidariedade apareceram de todos os lados. Durante toda a manhã, centenas de pessoas estiveram em um dos pontos de doação, em uma Igreja Evangélica que montou uma estrutura próximo da vila, para receber roupas e cestas básicas. A empresária Darly de Jesus foi uma das que saiu de casa para ajudar. "Nosso trabalho é voluntário, estamos aqui para ajudar. Ficamos todos sensibilizados com o que aconteceu”, conta.

Para quem quiser ajudar, o posto de doação segue neste final de semana na Quadra Poliesportiva e Society Point Gol, localizada na avenida José Bonifácio, entre Santa Fé e Serrão de Castro, no Guamá. A partir de segunda-feira, 04, as doações também podem ser entregues na sede da Defesa Civil Municipal, localizada na travessa Campos Sales, no bairro do Comércio.

Comentários