Lideranças comunitárias e Segup dialogam sobre medidas de prevenção à violência

O encontro é promovido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) por meio da Diretoria de Prevenção Social da Violência e Criminalidade (Diprev). (Foto: Ascom Segup)

Aproximadamente 90 líderes comunitários de Belém, Região Metropolitana e interior do estado estiveram na tarde desta segunda-feira, 4, participando do “Encontro Comunitário de Segurança”. Promovido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) por meio da Diretoria de Prevenção Social da Violência e Criminalidade (Diprev), a finalidade do evento foi a de discutir, avaliar e sugerir os trabalhos que vêm sendo feitos pela secretaria, além de manter permanente o diálogo com os representantes dos conselhos de segurança dos bairros.

O encontro oportuniza ainda a o debate dos problemas que rondam as comunidades, assim como traçar medidas de prevenção, a fim de reduzir a criminalidade.

“Precisamos trabalhar preventivamente para que possamos evitar que as nossas crianças e jovens se envolvam na criminalidade” afirmou o secretário de segurança, Luiz Fernandes. Além de se mostrar disponível para atender os questionamentos dos líderes de comunidades que estavam presentes, o titular da Segup mostrou que a secretaria está à disposição para ajudar as comunidades principalmente no que diz respeito a crimes entre os jovens. “Aquelas pessoas que se sentem ameaçadas, devem procurar a Diprev para que possamos dar apoio e ajudá-las”, disse.

Para o pastor Orlandino Silva, presidente do Conselho de Segurança do Maracangalha, o apoio moral que é oferecido a sua comunidade tem sido essencial para o trabalho que eles realizam. “A Diprev teve um papel importantíssimo para o projeto Esportivo Resgate, atuando de forma grandiosa e apresentando este nas ações sociais para a comunidade, autoridades, mídia, etc. Quando algo assim acontece nos dá força para continuar”, disse o pastor e líder comunitário. O projeto Esportivo Resgate beneficia mais de mil crianças, adolescentes e adultos com atividades esportivas e sociais.

Paralelamente ao debate estão sendo construídos os gabinetes de gestão integrada municipal, com representantes do poder judiciário, escolar, prefeituras, entre outros, além da realização dos fóruns de segurança.

Na ocasião, estiveram presentes integrantes das comunidades de bairros da capital paraense e interior, dentre eles Jurunas, Tapanã, Guamá e Pedreira e de municípios como São Miguel do Guamá, Barcarena, Paragominas e Santa Izabel. Eles foram recebidos também por representantes das Polícias Civil e Militar, Prefeitura Municipal de Belém e Diprev.

 

Comentários