Polícias Civil e Militar deflagram operação para combater tráfico de drogas no Tapanã

As Polícias Civil e Militar deflagraram, na manhã desta sexta-feira (8), operação policial para cumprir 36 mandados judiciais de busca e apreensão no bairro do Tapanã, em Belém, em decorrência de investigações de tráfico de drogas relacionados a homicídios na capital e Região Metropolitana de Belém (RMB). (Foto: Ascom / Polícia Civil)

As Polícias Civil e Militar deflagraram, na manhã desta sexta-feira (8), operação policial para cumprir 36 mandados judiciais de busca e apreensão no bairro do Tapanã, em Belém, em decorrência de investigações de tráfico de drogas relacionados a homicídios na capital e Região Metropolitana de Belém (RMB). A operação resultou em seis pessoas autuadas por crimes relacionados a drogas. Três delas - José Augusto Santos e Silva, 46 anos; Leonan Gomes Cardoso, 21, e Fagner da Silva Barbosa, 24 - foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas. Outros dois são adolescentes que foram apreendidos e levados até a Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data) para responder por Ato Infracional análogo ao tráfico de drogas. 

Uma sexta pessoa foi autuada por consumo pessoal de drogas e, após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), foi liberada por se tratar de crime de menor potencial ofensivo. Na operação, foram apreendidos mais de 400 gramas de maconha em formato prensado; pasta base de cocaína; além de dinheiro, um celular e materiais usados no preparo de drogas. As informações sobre a operação foram apresentadas, na sede da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), em Belém, em entrevista coletiva, pelos delegados Marco Antonio de Oliveira, diretor de Polícia Especializada, e Hennison Jacob, diretor da Denarc. 

Ao todo, 200 policiais civis e militares participaram da operação que saiu, por volta de 5h30, da sede do Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP), com destino ao bairro. Os policiais civis explicaram que a operação denominada de Iwa Teo (que significa "morada do deus Tapanã", em alusão ao bairro), é uma continuidade da operação Coroa Vermelha deflagrada em 12 de maio, no bairro do Jurunas, em Belém, quando sete pessoas foram presas em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. "O trabalho é resultado de um levantamento dos bairros onde mais se registram ocorrências de homicídios ligados ao tráfico de drogas, em Belém e região metropolitana. 

“Com base nisso e nas denúncias repassadas pelo Disque Denúncia, pelo fone 181, identificamos as ‘bocas de fumo’ (pontos de preparo, venda e consumo de drogas) e solicitamos à Justiça as buscas e apreensões nesses locais", explica Jacob. Iniciado pelo bairro do Jurunas e agora no Tapanã, a operação será estendida a outros bairros da capital e RMB. O delegado Marco Antonio ressalta a importância das informações repassadas pela população ao fone 181, o Disque Denúncia. "É uma ferramenta muito importante para o combate ao crime. A pessoa - que faz a denúncia - não é identificada e o sigilo da ligação é garantido", ressaltou. Os presos foram encaminhados ao Sistema Penitenciário. As drogas e demais materiais permanecem apreendidos à disposição da Justiça.

Comentários