Polícia Civil prende suspeito de tentativa de assalto no Reduto, em Belém

Além da tentativa de latrocínio, o suspeito vai responder por outros dois roubos, informou o diretor de Polícia Metropolitana, delegado Aldo Botelho (Foto: Ascom / Polícia Civil)

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (8), em entrevista coletiva, na Delegacia Geral, em Belém, Thiago Felipe Costa, 30 anos, suspeito de ser o assaltante que atirou duas vezes contra uma vítima durante tentativa de roubo na Rua Aristides Lobo próximo à Travessa Rui Barbosa, no Reduto, no último dia 6. A tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorreu após a vítima reagir ao assalto e tentar tomar a arma da mão do assaltante. A cena do crime foi registrada por câmeras de segurança privada existentes no local.

Morador do Guamá, Thiago Felipe foi preso em flagrante no mesmo dia do crime. Ele nega que seja o autor da tentativa de latrocínio, alegando que estaria em Icoaraci no dia do fato. Vendedor autônomo de perfumes, o suspeito foi reconhecido pela vítima, segundo o delegado Aldo Botelho, diretor de Polícia Metropolitana. Com base no chamado auto de reconhecimento, Thiago foi autuado pelo crime.

Ao fazer o registro de ocorrência do crime, na Seccional do Comércio, a vítima disse que passava pela Rua Aristides Lobo por volta de 14h15 quando foi abordada por um homem de capacete armado em uma moto, o qual anunciou o assalto. Durante o crime, a vítima reagiu e tentou tomar a arma do assaltante. Houve luta corporal entre os dois, até que o criminoso conseguiu se desvencilhar e efetuou dois disparos, segundo o relato.

Os tiros não atingiram a vítima, que ficou caída no chão, mas depois se levantou e saiu em fuga do local. No vídeo das câmeras de segurança, o assaltante, em seguida, é visto retornando à moto sem capacete. No mesmo dia, explica o delegado, a moto usada na tentativa de roubo foi localizada no bairro da Terra Firme. O veículo era roubado. A vítima desse roubo também reconheceu Thiago como autor do delito.

A vítima de outro roubo, ocorrido em 26 de abril deste ano, também reconheceu Thiago como o autor do crime. Ele vai responder pelo crime de tentativa de latrocínio contra a vítima da Rua Aristides Lobo e vai responder a mais dois inquéritos policiais como suspeito da autoria dos dois outros roubos. O suspeito permanecerá preso à disposição da Justiça e passará por audiência de custódia.

Comentários