Conselho Municipal de Cultura elege novo secretário-geral em reunião ordinária

Primeira reunião ordinária do Conselho Municipal de Cultura ocorreu nesta segunda-feira, 11, no Cine Olympia. (Foto: Alessandra Serrão - NID/Comus)

O conselheiro Marco Antônio Souza de Araújo, do distrito de Icoaraci, é o novo secretário-geral do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC). Ele foi eleito durante a primeira reunião ordinária do Conselho, ocorrida na segunda-feira, 11, no Cine Olympia, em Belém.

Marquinhos, como é conhecido, foi eleito com 20 votos. Outros dois conselheiros, Marcos André Haden de Albuquerque, da Secretaria Municipal de Juventude Esporte e Lazer (Sejel), e Genylson Souza, do segmento do Teatro, também se candidataram à vaga.

O novo secretário-geral do Conselho substituirá o presidente Fabio Atanasio em casos de necessidade. Marco Antônio Souza de Araújo, 48, é representante do distrito de Icoaraci, e tem atuação no segmento do Carnaval, na escola de samba “Boêmios da Vila Famosa”. O conselheiro eleito é mestre em cultura popular pelo Ministério da Cultura e tem formação em gestão ambiental e recursos humanos. “Eu estou muito otimista, pois acredito na parceria entre poder público e sociedade civil”, destacou.

O presidente da Fundação Cultural de Belém (Fumbel), Fabio Atanasio, conduziu a reunião destacando a importância do trabalho de todos no planejamento das ações culturais de Belém, entre as quais o Carnaval, o São João e as que envolvem a música, o cinema, a dança e o teatro.

O Conselho Municipal de Cultura aprovou ainda a realização de reuniões uma vez ao mês, sempre nas primeiras segundas-feiras, das 18h às 20h no cineminha da Fumbel, localizado na avenida Governador José Malcher, em Nazaré. Sobre a Conferência Municipal de Cultural, foi organizada uma comissão para estudar o assunto e debater a organização do evento. A pauta da primeira reunião do CMPC ainda continha a apresentação da minuta do Regimento Interno do Conselho, mas por decisão da maioria a discussão foi transferida para o próximo encontro do grupo, marcado para 2 de julho.

Fábio Atanásio destacou a importância do trabalho do Conselho para se conduzir de forma democrática as ações culturais de Belém, uma cidade que, lembrou ele, registra dezenas de manifestações culturais de vários segmentos populares e eruditos que já fazem parte do calendário oficial e que precisam ser aprimoradas com formação e qualificação dos seus representantes e produtores. “Outro ponto é a Conferência Municipal de Cultura, que precisamos realizar em cumprimento a determinação do Ministério Público”, disse o presidente da Fumbel.

O CMPC é formado por 106 membros, entre efetivos e suplentes, representantes da sociedade civil organizada e do poder público. O trabalho do CMPC vai se somar ao do Conselho de Patrimônio, criado para gerenciar os fundos do Programa Monumenta, do Ministério da Cultura.

“Precisamos avançar porque vamos gerenciar ainda o Fundo Municipal de Cultura”, disse o presidente Fábio Atanásio. A primeira reunião ordinária do Conselho teve a participação da maioria dos conselheiros. O secretário municipal de Meio Ambiente, Pio Neto, que também é conselheiro, prestigiou a reunião e adiantou que vai colaborar diretamente com as ações do Conselho.

Comentários