Escola estadual entregue no Paar tem Ideb acima da meta nacional

Turma da Escola de Ensino Fundamental Gregório de Almeida Brito, que já alcançou 5,2 pontos no Ideb, uma das mais altas médias entre as escolas da Região Metropolitana de Belém (Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc)

Um dos conjuntos residenciais mais povoados do município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, o Paar ganhou uma nova escola. Nesta quinta-feira (28), o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), inaugurou obras na Escola de Ensino Fundamental Gregório de Almeida Brito, que foi reconstruída integralmente, e se tornou a quinta unidade de ensino da rede estadual entregue na RMB desde março deste ano.

A inauguração reuniu dirigentes da Seduc, líderes comunitários, autoridades do município e estudantes. O governador Simão Jatene foi representado pela secretária de Estado de Educação, Ana Claudia Serruya Hage.

Fundada em 15 de setembro de 1991, a escola registra um dos melhores desempenhos no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no Pará, com média acima da meta nacional para 2015, mantendo 598 estudantes matriculados no ensino fundamental, no Programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental, 3ª e 4ª Etapa, e no Projeto Mundiar – Programa de Aceleração do Aprendizado (6º ao 9º ano).

Pacto pela Educação - Na reconstrução da escola o Estado investiu mais de R$ 2,5 milhões, oriundos do financiamento obtido pelo governo no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O projeto integra o Programa de Melhoria da Qualidade e Expansão da Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará, preconizado pela Seduc no âmbito do Pacto pela Educação.

Com uma área construída de 2.400 metros quadrados, a nova escola tem sete salas de aula, uma sala para Educação Especial, um Laboratório de Informática, uma Sala de Leitura; bloco administrativo; copa e cozinha, despensa para armazenamento de alimentos e quadra de esporte coberta, além de área verde para atividades recreativas. Todas as salas de aula e demais dependências pedagógicas e administrativas são refrigeradas.

Ideb é destaque - Com 7.128 moradias, o Paar não é, oficialmente, um bairro da sede municipal de Ananindeua, mas tem as dimensões remanescentes do projeto de um conjunto habitacional ocupado há décadas. Atualmente, o Paar tem três escolas estaduais. A “Gregório de Almeida Brito” obteve em 2015 média do Ideb acima da meta, alcançando 5,2 pontos - uma das mais altas entre as escolas da Região Metropolitana.

A secretária Ana Claudia Serruya Hage destacou que a escola devolvida à comunidade tem “reconhecida qualidade pedagógica. Esperamos que com a nova estrutura, neste ano possamos comemorar mais uma vez a sua classificação acima da média no Ideb”, referindo-se ao índice alcançado pela escola em 2015, maior que a média nacional, de 4.4 pontos.

A universitária Suellen Nascimento, 29 anos, ex-aluna da escola, aprovou a nova estrutura. “Estudei a minha infância toda aqui, e a escola foi a base para minha formação. Fico feliz em vê-la de perto e saber que os novos alunos têm um espaço estruturado para construir seu futuro”, declarou.

Mãe das gêmeas Raycca e Rayssa, 7 anos, estudantes do 1º ano do ensino fundamental, a dona de casa Roseane Espírito Santo disse estar orgulhosa porque “minhas filhas representam todos os alunos que estudam aqui. Queria muito que elas viessem para cá, porque sempre ouvi falar muito bem da escola. Tenho certeza que com essa nova estrutura elas vão ter a melhor educação possível”.

Referência - Ivaldo Alves, diretor da Escola há 17 anos, um dos oradores do evento, disse que estava feliz ao ver a unidade como referência da educação no bairro. “Todos os anos somos muito procurados pelos pais, e não temos problemas com matrículas. Nosso desafio é melhorar cada vez mais a qualidade de ensino oferecido aos nossos alunos”, ressaltou.

Além de se referir ao padrão de ensino da escola, Ana Claudia Hage reforçou a necessidade de conservação das novas instalações pela comunidade escolar.

Demandas - Antes da inauguração, a secretária recebeu representantes do Conselho Comunitário do Paar, que solicitaram reformas de outras escolas do conjunto. Ana Claudia Hage garantiu que a Seduc fará o levantamento das necessidades apontadas pelos conselheiros. Após a cerimônia, ela visitou a Escola Regina Coeli e anunciou providências para recuperar o telhado e as redes hidráulica e elétrica.

Outros alunos e ex-alunos, professores, gestores de unidades Seduc na Escola (USEs) e representantes da comunidade participaram da cerimônia, além dos secretários adjuntos José Silva, de Ensino, e Roberto Campos, de Logística Escolar; o diretor de Recursos Técnicos e Imobiliários, José Ângelo Miranda, e o coordenador do Escritório de Projetos da Seduc, Paulo Machado.

Comentários