Hospital Galileu certifica a 5ª turma de Cuidadores de Idosos

A quinta turma do curso gratuito de Cuidador de Idosos, promovido pelo Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, recebeu os certificados na última sexta-feira (29). Durante duas semanas, no auditório da unidade, o curso com 40 horas de aulas capacitou 33 pessoas nas técnicas de cuidado com idosos. Nas cinco turmas, já são mais de 160 profissionais formados.

Segundo os alunos, um dos diferenciais do curso oferecido pelo Hospital Galileu é que todos os professores integram o corpo clínico do hospital. “Existem milhares de cursos de Cuidadores de Idosos por aí, mas igual a esse não tem. Os cursos por aí têm professores; aqui temos profissionais e a oportunidade de aprender com eles”, ressaltou a aluna Rosana de Oliveira Alves, 50 anos.

Quem também aprovou o conteúdo da formação foi Salustiana Alves Nobre, 40 anos. Natural de Porto Velho, Estado de Rondônia, ela disse que começou a trabalhar com pessoas idosas ainda na sua cidade natal, atendendo o pai de uma amiga. Mas Salustiana, que é massoterapeuta, ainda não havia tido a oportunidade de se especializar na área. “Gostei muito, mesmo! É um curso muito bom. Porque mesmo já trabalhando com isso, sempre surgem dúvidas, já que nunca tinha feito um curso. E aprender com profissionais da saúde é maravilhoso”, afirmou.

Agora, com o certificado nas mãos, Salustiana pretende se dedicar à profissão. “Eu gosto muito desse trabalho. Têm muitos idosos que precisam, que recebem dos cuidadores uma atenção que não recebem da própria família”, acrescentou.

Novas turmas - O curso, iniciado em janeiro de 2017 com mais de 3 mil inscritos, teve uma demanda superior às expectativas da unidade, administrada pela Pró-Saúde, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). “Formaram-se filas na frente da unidade para se inscrever. Então, vimos que tinha um público grande que queria participar. Por isso continuamos abrindo novas turmas, capacitando essas pessoas, que são pessoas de baixa renda, que moram nas imediações do hospital e buscam se especializar e ter uma nova fonte de renda”, explicou o diretor-geral do Hospital Galileu, Saulo Mengarda.

De acordo com o coordenador do curso, Sandro Mendes, que é supervisor de Atendimento e Sustentabilidade no Hospital Galileu, a previsão é de que a próxima turma seja aberta no período de 19 a 30 de novembro deste ano. “A gente percebe que a cada turma aberta os alunos vêm com uma expectativa ainda maior em cima do curso, porque já conhecem um amigo que fez, um parente que fez. Então, o desafio dos professores é suprir essa expectativa, e acredito que a gente vem conseguindo isso, pois eles ficaram muito satisfeitos”, disse o coordenador.

Comentários