Mosqueiro completa 123 anos e apresenta programação das férias de julho

Mosqueiro completa 123 anos nesta sexta-feira (06) (Foto: Fernando Sette - Comus)

A ilha de Mosqueiro é o tipo de carinho especial por um local que todo paraense tem. A maioria dos nascidos no Pará e visitantes dedicam um afeto por esse distrito administrativo do município de Belém, que completa 123 anos de fundação, nesta sexta-feira, 6.

A festa de aniversário será na manhã de sexta-feira, na praia do Chapéu Virado, a partir da 8 horas, em promoção da Prefeitura de Belém, por meio da Agência Distrital de Mosqueiro e da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel). A programação é gratuita.

No programa, haverá apresentação da Banda Sinfônica da Guarda Municipal de Belém e show de grupos folclóricos, além do bolo de cinco metros de comprimento, que será servido à população. A Sejel vai realizar ações do programa Brinca Belém, que consiste em iniciativas de lazer para as crianças.

História - Mosqueiro é uma ilha fluvial localizada na costa oriental do rio Pará, um braço sul do rio Amazonas, em frente à baía do Marajó. Com uma área de aproximadamente 212 km², está localizada a 70 km de distância do centro de Belém. A ilha possui 17 km de praias de água doce, com movimento de maré, o que faz com que em Mosqueiro tenha ondas tão altas, que até surf pode ser feito por lá.

Quando chegaram à ilha, os portugueses já encontraram os índios Tupinambás - os “filhos de Tupã” -, que fugiram do Nordeste, após as invasões estrangeiras no litoral brasileiro. Bastante evoluídos para a época, esses indígenas sabiam falar a língua geral, o Nheengatu, devido ao contato mantido com os europeus.

A partir do ciclo da borracha, a vila entrou num processo de grandes mudanças ao lado de Belém, e passou a conviver com a riqueza e o luxo e a usufruir as benesses trazidas pelo acelerado desenvolvimento registrado na capital. E assim chegaram os ingleses das empresas Pará Electric Railways Company, responsáveis pela instalação de energia elétrica e dos meios de transporte interno. Vieram também alemães, franceses e norte-americanos, funcionários de companhias estrangeiras, como a Port of Pará e a Amazon River.

Crescimento - Os estrangeiros construíram os belos casarões que ainda hoje podem ser vistos nas orlas das praias do Farol, Chapéu Virado, Porto Arthur e Murubira. A expansão do processo de ocupação se intensificaria a partir de 1968, com a inauguração da estrada, interligada por balsa. A partir de 1976, a ocupação voltou a se intensificar com a construção da ponte Sebastião Oliveira, com 1.457,35 metros.

Antes da construção da estrada e da ponte, o deslocamento até a ilha era realizado somente por navios, o que até hoje deixa um ar nostálgico naqueles que utilizaram esse tipo de transporte.

No início dos anos 80, os velejadores descobriram as potencialidades da ilha para a prática de windsurfe e vela. Por mais de 20 anos, Mosqueiro foi lugar obrigatório para iatistas paraenses, bem como nomes conhecidos como os velejadores Torben Grael e Robert Scheidt.

Ações e lazer - Haverá uma intensa programação de esporte e lazer durante todo o mês de julho. “Vamos ter duas paradas do movimento LGBTI, sendo que uma delas vem de Belém para Mosqueiro. Como foi feito no carnaval deste ano, a rua do Aeroporto será o local das paradas, além de abrigar um carnaval fora de época com a Escola de Samba Império Pedreirense”, adiantou Benedito Cavallero, agente administrativo de Mosqueiro.

“Teremos também um palco montado para shows e outras atividades na praia do Farol, coordenado pela Sejel. E mantivemos a travessia de natação entre as praias do Murubira e Farol, que é uma tradição das férias de julho, no sábado, dia 14”, disse Cavallero.

No palco montado na praia do Farol e às proximidades dele, de 10 a 25, haverá atividade em todos os dias. Às 7h30, o treino é funcional; às 9h30, hidroginástica; e às 17h, ginástica na praia com a academia Lu.

Nos dias 11, 12 e 13, de 16 a 20, e de 23 a 24, ocorre o torneio de futebol de praia, sempre às 18h, com a grande final marcada para a quarta-feira, dia 25, no mesmo horário. No dia 14, às 14h e às 18h, haverá partidas de Beach Rugby.

Nos dias 13 e 22, na quadra do Chapéu Virado, às 9 horas, haverá torneio de futevôlei. Na pista ao lado dessa quadra, no dia 22, às 9h, ocorre um torneio de skate (half).

Também no dia 22, no Farol, haverá Beach Box. E na sexta-feira, 20, e no sábado, 21, às 9h30, será realizado o evento Praia Acessível, que promove banho na praia para cadeirantes.

Obras - A Agência Distrital de Mosqueiro está intensificando, há cerca de dois meses, as ações que preparam a ilha e suas praias para receber os veranistas nas férias de julho.

A praça Matriz de Mosqueiro, contemplando as praças Princesa Izabel e Cipriano Santos, está recebendo uma reforma completa, que começou em maio passado. O calçamento foi todo reformado, com a substituição da calçada de pedras por concreto.

No interior da praça foi mantido o piso de pedras portuguesas, com o reaproveitamento e reposição dessas pedras. O coreto central está todo restaurado e será nele que as programações culturais serão apresentadas, de sexta-feira a domingo.

Os postes de iluminação pública receberam novas lâmpadas e luminárias, além de pintura, e houve recuperação de bancos, lixeiras e meio fio.

A tapiocaria, que fica na praça, recebeu reparos na cobertura, com troca de telhas danificadas, revitalização da pintura dos boxes e revisão das instalações elétricas e hidrossanitárias. O valor de investimento na praça é de cerca de R$ 378 mil e foi realizadao por meio da Secretaria de Urbanismo (Seurb).

Praias - As obras de construção dos muros de contenção nas praias são executadas e fiscalizadas pela Prefeitura de Belém, com recursos do Ministério da Integração Nacional. São dez praias que vão sofrer intervenção das obras de prevenção as erosão na orla. 

No Chapéu Virado e na praia do Bispo as intervenções já foram finalizadas. No Bispo, a via na orla que havia sido levada pela força da maré foi toda reconstruída, assim como o muro, que foi reforçado com novas placas de concreto. Também foi recuperado o sistema de drenagem da orla.

Na praia do Paraíso, a obra do muro de arrimo de 650 metros está sendo finalizada, assim como os taludes, calçadas, sistema de drenagem e rampas de acesso. A Prefeitura complementa a obra com a urbanização da orla e demais intervenções necessárias, como iluminação pública, com novos postes e luminárias.

Em paralelo às obras na praia do Paraíso, estão em andamento as obras nas praias do Murubira, Porto Arthur e Praia Grande. No próximo mês, retomam os serviços no Marahu e se iniciam na praia do Ariramba. Em setembro deste ano, será a vez das praias do Areião e Baía do Sol.

Saneamento e limpeza - Para as ações programadas no mês de julho em Mosqueiro, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), vai investir R$ 1,2 milhão nos reforços operacionais de limpeza de vias, desobstrução de drenagem, recuperação asfáltica e coleta de lixo.

As ações serão ampliadas também em Outeiro e Cotijuba, contemplando os três destinos que concentram maior número de veranistas.

Além dos esforços de limpeza, equipes da Sesan vão atuar com ações de educação ambiental para sensibilizar os veranistas sobre a importância do acondicionamento do lixo, principalmente nas praias. Serão aproximadamente 50 agentes de educação ambiental envolvidos nessas abordagens, que têm como foco os veranistas, barraqueiros e moradores de vias próximas das praias.

A Sesan também está realizando obras de saneamento em Mosqueiro. A rua Getúlio Vargas foi recentemente pavimentada e o entorno da praça da Matriz está recebendo nova rede de drenagem para evitar alagamentos. Diversas vias de Mosqueiro estão passando por manutenção asfáltica no programa “tapa-buraco”.

Segurança - A “Bucólica”, como a Vila de Mosqueiro é carinhosamente conhecida, é uma das 86 localidades do Pará com atenção especial durante a Operação Verão 2018 do Governo do Estado, que contará com a participação de mais de 8 mil agentes de segurança pública. As ações foram iniciadas na sexta-feira, 29 de junho, e prosseguem até 31 de julho.

Um dos destaques deste ano é o funcionamento de centros de Comando Integrado, que contam com serviços de órgãos estaduais e municipais, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Em Mosqueiro, um deles está instalado no caramanchão da praia do Chapéu Virado, uma das mais procuradas pelos veranistas.

Esse centro conta com videomonitoramento em tempo real com cinco câmeras, instaladas na praça da Matriz, praias do Chapéu Virado, Murubira e Ariramba, e na rua Variante. A polícia já está trabalhando na instalação de mais dez câmeras em outras áreas estratégicas do Distrito. Pelo sistema também é possível acompanhar a localização das viaturas, garantindo mais facilidade e agilidade no acionamento das equipes e atendimento de ocorrências.

Fiscalização - Mais de 8 mil agentes de segurança pública estão envolvidos nas ações planejadas para 86 localidades em todas as regiões do Estado. Ao longo das rodovias BR-316 e PA-391 - rota de acesso à Vila de Mosqueiro -, funcionam barreiras da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV), que juntamente com demais órgãos de segurança e trânsito integram a operação.

O Batalhão de Policiamento Rodoviário conta com o reforço de 96 policiais militares por quinzena, além de 11 viaturas e 14 motocicletas. Seis policiais atuam na barreira de Mosqueiro, com mais sete agentes espalhados ao longo da rodovia.

Trânsito - Em Mosqueiro, os finais de semana de julho receberão a atuação de 87 servidores da SeMOB, com a presença de agentes na Vila, nas praias do Chapéu Virado, Murubira e Ariramba, Ponte do Cajueiro, Av. 16 de Novembro e Variante. Eles farão o trabalho de orientação aos usuários nas vias, interdição e desvio de fluxo onde houver necessidade, e fiscalizações de transporte clandestino e desrespeito às normas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 
 
Em julho a SeMOB também fará toda a sinalização de trânsito da orla, que vai da Praia do Ariramba ao Farol, além da av. 16 de Novembro e o entorno da Praça Matriz, que se encontra em obras. 
 
Para atender a grande demanda de veranistas que escolhem Mosqueiro nos finais de semana das férias, a Prefeitura de Belém também vai aumentar a oferta de ônibus em direção à ilha em até 160 veículos por final de semana.  O valor da tarifa para Mosqueiro é de R$ 5,30, sendo a meia passagem a R$ 2,65 e todas as gratuidades previstas em lei são asseguradas.

Serviço:

Aniversário de 123 anos de Mosqueiro, nesta sexta-feira, 6, na praia do Chapéu Virado, a partir da 8 horas, com ações do programa Brinca Belém, apresentação da Banda Sinfônica da Guarda Municipal de Belém, show de grupos folclóricos e bolo de cinco metros de comprimento, que será servido à população. Programação gratuita.

 

 

Comentários