Prefeitura de Belém realiza projeto de leitura no Hospital Mário Pinotti

Proporcionar leitura e um momento educativo. Esse foi o objetivo da campanha “Esqueça um Livro no HPSM”, realizada pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), no Hospital de Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti (HPSM), na manhã desta quarta-feira, 25. Pacientes e acompanhantes foram contemplados pela ação.

Ao todo, 30 livros foram distribuídos, dos mais diversos gêneros literários, como quadrinhos, teatro e literatura portuguesa. “A ideia é espalhar os livros pelo hospital, para que os pacientes, acompanhantes e funcionários tenham acesso à leitura. E por ser algo rotativo, a pessoa que recebeu poderá repassar a outras que quiser, para que aumente o ciclo de leitores”, disse uma das responsáveis pela campanha e servidora do hospital, Regina Costa.

O diretor geral do HPSM, Samuel Aflalo, salientou que a campanha era um projeto antigo que precisava ser colocado em prática. “Projetos relacionados à leitura eram sonhos antigos do PSM e que nunca tinham sido colocados em prática de forma fixa. É um projeto importantíssimo, pois temos pacientes com os mais variados graus de risco, e por isso ter um momento que ajude a aliviar os problemas é muito benéfico”, pontuou ele.

A ideia da ação era deixar um livro em locais do PSM, e as pessoas que se interessava podiam pegar, ler o livro e compartilhar. Uma dessas pessoas foi a educadora Elizângela Santiago, que abriu um sorriso e mostrou muita satisfação em ter a oportunidade de ler. “Acho muito interessante e importante essa troca de conhecimento. Talvez, se nós fossemos mais leitores, o mundo poderia ser mais diferente. É muito bom quando o poder público realiza isso. Eu amei!”, comentou.

A autônoma Gleice Rodrigues estava acompanhando a filha Eloá Vitória, de seis anos, que se encontrava internada há um dia. Para ela, é muito bom ter uma maneira de contar estórias para a filha, enquanto ela ficar internada. “É muito bom ter essa ferramenta, porque nós vamos ler, é muito benéfico, gostei”, destacou.

“É um presente. Quando ficar escuro, vou ler a estória”, falou o pequeno Matheus Oliveira, de quatro anos, após receber uma revista em quadrinhos.

A campanha “Esqueça um Livro no HPSM” terá outras edições em 2018. As datas ainda serão confirmadas pela direção do local.

Comentários