Mostra de filmes traz recente produção italiana ao Cinema Olympia

O Cinema Olympia passa a exibir, a partir desta quinta-feira, 18, uma Mostra de Filmes Italianos oriundos da recente produção da Itália, com datas de realização entre 2011 e 2017. As sessões têm horários às 16h30 (sábados, domingos e feriados) e às 18h30 (de terça a sexta-feira), com entrada gratuita.    

A mostra começa no dia 18 e segue até 6 de novembro. A exibição dedicada ao cinema italiano tem apoio do Consulado da Itália, no Rio de Janeiro. São oito filmes, da recente produção italiana, que ganham dois dias de exibição cada.

Filmes - Os filmes que compõem a mostra são “Relaxa! Fique Tranquilo”, direção de Francesco Bruni; “Algo de Novo”, de Cristina Comencini; “O Sol Dentro”, de Paolo Bianchini; “A Máfia só Mata no Verão”, de Pif; “Em Guerra por Amor”, de Pierfrancesco Diliberto; “Os Equilibristas”, de Ivano di Matteo; “A Criptonita na Bolsa”, de Ivan Cotroneo; e “Os Industrialistas”, de Giuliano Montaldo.

Na estreia da mostra, nos dias 18 e 19, às 18h30, cartaz para “Relaxa! Fique Tranquilo” (de 2011), mostrando a vida de um professor melancólico que vira de cabeça para baixo quando ele faz uma descoberta sobre um adolescente rebelde. A classificação indicativa é de 16 anos.

Nos dias 20 e 21, às 16h30, o filme é “Algo de Novo” (de 2017), que mostra Lucia (Paola Cortellesi) e Maria (Micaela Ramazzotti), melhores amigas que são muito diferentes. Enquanto Lucia cansou dos homens, Maria não consegue ficar sozinha. Uma noite, o "homem perfeito" aparece na cama de Maria. Bonito, sensível, maduro e apaixonado, ele acaba virando motivo de mal-entendido e mentiras entre as amigas. Classificação indicativa é de 14 anos.

Nos dias 23 e 24, às 18h30, “O Sol Dentro” (de 2012), que recebeu o prêmio de Filme de Destaque Cultural/Reconhecimento do Ministério para os Bens e as Atividades Culturais da Itália. A trama mostra a história de duas longas viagens. A primeira, de Yaguine e Fodé, que escrevem uma carta para “os membros e responsáveis pela Europa” pedindo ajuda para ter acesso à escola, comida e medicamentos. Com a carta no bolso, escondem-se no bagageiro de um avião e partem para Bruxelas. A segunda, dois outros garotos partem em direção oposta, da Itália à África. Classificação indicativa de 12 anos.

Na quinta-feira, 25, e sexta-feira, 26, às 18h30, cartaz para “A Máfia só Mata no Verão” (de 2013), que traz uma história que se passa em Palermo, em 1969, quando Arturo é concebido enquanto, na mesma rua, um grupo de mafiosos executa uma das matanças mais sangrentas da Cosanostra. A partir desse momento, a vida de Arturo se cruzará com a dos mafiosos, policiais e juízes, em uma espécie de Forrest Gump à siciliana. Classificação indicativa é de 14 anos.

Outros filmes - No sábado, 27, às 16h30, exibição de “Em Guerra por Amor” (de 2016). A trama se passa em Nova York, na Segunda Guerra Mundial, e o casal Arturo e Flora vive uma complicada história de amor. Para conseguirem se casar, Arturo tem de obter a aprovação do pai de Flora, que vive num pequeno vilarejo da Sicília. Para chegar até lá, o jovem deve alistar-se no Exército Americano, que está prestes a desembarcar na carismática ilha italiana. O filme é uma irônica e inteligente reflexão sobre o amor, a Sicília e a máfia. Classificação indicativa é de 12 anos.

Nos dias nos dias 30 e 31, às 18h30, exibição de “Os Equilibristas” (de 2012), que traz a história de Giulio, um homem de vida normal e pacífica, com emprego seguro, uma casa alugada, dois filhos e uma linda esposa que ama, mas a trai. Um dia, ela descobre e sai de casa. E desde esse momento, Julius passa a viver no limite da pobreza, experimentando pessoalmente a trágica consequência dos erros comuns. Classificação indicativa é de 14 anos

No dia 1º de novembro (quinta-feira), às 18h30, e 3 de novembro (sábado), às 16h30, “A Criptonita na Bolsa” (filme de 2011) mostra uma história que se passa em Nápoles, em 1973. Peppino é o membro mais novo da família Sansone, tem forte miopia e uma grande admiração pelo primo estranho que acredita ser o Super-Homem. Depois da morte do primo, Peppino começa a imaginar a presença do super-herói de nariz aquilino e sotaque napolitano e faz do fantasma seu melhor amigo. Quando sua mãe, Rosária, entra em depressão, Peppino a ensina como encontrar seu próprio lugar no mundo. Classificação indicativa é de 14 anos.

No dia 4 (domingo), às 16h30, e 6 (terça-feira), às 18h30, exibição de “Os Industrialistas” (de 2011). O filme mostra Nicola, um homem a ponto de perder sua fábrica devido à crise que seu país enfrenta. Ele também tem problemas no casamento, com uma esposa cada vez mais distante e as exigências dos funcionários da fábrica, que o levarão a tomar medidas extremas. Classificação indicativa é de 16 anos.

Serviço:

Mostra de Filmes Italianos, no Cine Olympia, de terça a sexta-feira, às 18h30, aos sábados, domingos e feriados, às 16h30. Às segundas-feiras, o cinema não funciona, e não haverá sessões no dia 28 de outubro, devido às eleições, e no dia 2 de novembro, feriado do Dia de Finados. Entrada gratuita.

Comentários