Segup já identificou quatro dos envolvidos em assalto à embarcação

Agentes de segurança pública do Estado do Pará identificaram na tarde desta quinta-feira, 1 de novembro, após ouvir os depoimentos das vítimas que estavam no navio Iluminado, embarcação de passageiros e cargas que sofreu um assalto ao sair de Breves em direção a Laranjal do Jari (Amapá), quatro dos sete criminosos envolvidos na ação pirata.

A informação foi dada em entrevista coletiva à imprensa, nesta quinta-feira, pelo titular do Grupamento Fluvial, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup), delegado Dilermando Dantas, na sede do Gflu. Os quatro identificados possuem mandados de prisão preventiva por outros roubos.

O assalto ocorreu na quarta-feira (31), por volta das 18h45, quatro horas após a saída, no Rio Tajapuru, próximo à Vila Liverpool. O ataque teria ocorrido no Rio Tajapuru, região de Antônio Lemos. A embarcação foi localizada na manhã de quinta-feira (1) junto à rabetas utilizadas pelos criminosos, com bolsas e sacolas das vítimas, que empreenderam fuga para uma área de mata próxima à cidade de Gurupá, na região do Marajó.

Segundo Dilermando Dantas, os trabalhos permanecem, para que logo a quadrilha seja presa. “Os moradores da área disseram que eles continuam na mata, porque estão sem meio de transporte para se locomover e a nossa equipe, tanto da Polícia Civil de Breves, quanto da Polícia Militar, permanecem na ação. A Polícia Civil fazendo as oitivas e a Polícia Militar no cerco a esses criminosos, que foi reforçada com mais uma equipe, além de duas aeronaves do Grupamento Aéreo para dar o apoio pelo ar na localização dos criminosos”, ressaltou.

Oitenta pessoas estavam a bordo, sendo 71 passageiros e nove trabalhadores, entre tripulantes e agentes de serviços gerais. Doze pessoas foram sofreram agressões físicas e foram conduzidas para o hospital de Gurupá, sem grandes ferimentos, e em seguida receberam alta.

O Policial Civil do Amapá que pulou da embarcação ao perceber a ação foi localizado, socorrido e já se encontra ao lado da família, na cidade de Breves.

A localização da embarcação e a busca pelos acusados estão sendo feitas por equipe de policiais da Superintendência de Breves, Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu), reforçada nesta quinta-feira, com o apoio do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).

De 1° de janeiro a 1° de novembro, 92 ocorrências de assaltos a embarcações foram registradas no Estado do Pará. Em 2018, mais de 100 pessoas já foram presas por crimes cometidos em embarcações, 28 apenas no mês de agosto.

 

Comentários