Óleo usado arrecadado por Hospital de Marabá será transformado em biodiesel e sabão

Cerca de 150 litros de óleo vegetal foram arrecadados pelo Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, nos quatro primeiros meses do projeto ECOlaborador. Lançada na Semana do Meio Ambiente, em junho, a iniciativa estimula o descarte correto do resíduo de óleo de fritura usado nas residências dos colaboradores e da comunidade. As doações são repassadas para uma empresa parceira, que se responsabiliza pela transformação desse resíduo em biodiesel e sabão.

A assistente administrativa do HRSP, Wesleana Coelho, foi uma das primeiras a aderir ao projeto. Ela conta que divulgou a ideia para a mãe, que logo se animou para participar. "Eu informei a ela que o hospital está com esse projeto. Demorou dois meses para juntarmos essa quantidade porque lá em casa se usa pouco óleo. Mas tudo que foi utilizado, a gente separou, coou e trouxe", comentou a colaboradora.

A cozinheira do Hospital, Delite dos Santos, também decidiu apoiar o projeto. Na primeira doação, ela entregou 40 litros e, na segunda, mais 20. "Eu tenho uma pequena fábrica de salgado com a minha família. Antes, a gente doava o óleo de cozinha para vizinhos e conhecidos. Agora estou trazendo para o hospital. O bom é que a causa é muito boa, sustentável e ainda ajuda instituições de Marabá", disse.

A ajuda a que Delite se refere é a doação de produtos de higiene para instituições que atendem famílias em situações de vulnerabilidade. O material é repassado ao HRSP pela empresa Indama em troca do óleo arrecadado na Unidade e, em seguida, o Hospital doa o kit de higiene para instituições parceiras.

Comunidade

Além dos colaboradores, a comunidade tem feito doações. Como é o caso da autônoma Jucilene Sousa Carvalho, que vende lanche em frente à Unidade. "O óleo que era usado para fritar salgado na minha barraca, eu armazenava em casa porque achava que um dia poderia ter utilidade. Acho que é importante todo mundo participar, porque vale a pena", afirmou a vendedora.

De acordo com o analista de Sustentabilidade do HRSP, Kildary Arrais, o projeto sensibiliza os participantes quanto aos impactos ambientais do óleo despejado diretamente na pia, em terrenos baldios e no lixo. "Pode entupir as tubulações, se espalhar nos rios e prejudicar a fauna aquática e, ainda, contribuir com enchentes e o agravamento do efeito estufa", explicou o engenheiro ambiental.

O projeto funciona da seguinte maneira: qualquer pessoa pode entregar na portaria do Hospital o óleo coado e armazenado em uma garrafa PET. O material é colocado em bombonas de 50 litros, que são repassadas à empresa parceira quando atingem a capacidade máxima.

Sobre a Unidade

Localizado em Marabá (PA), o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso é referência em atendimento de média e alta complexidades para mais de 1 milhão de pessoas em 22 municípios. Possui perfil cirúrgico e é habilitado pelo Ministério da Saúde em Traumato-ortopedia.

Comentários