Em Paragominas, Hospital Regional incentiva cuidados com a saúde do homem

Palestras para o público interno e externo, e oferta de serviços de saúde à comunidade com distribuição de material educativo sobre prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do câncer de próstata são algumas ações da programação elaborada pela equipe do Hospital Regional Público do Leste (HRPL), localizado em Paragominas, no sudeste paraense, durante a Campanha Novembro Azul. As ações visam alertar a população sobre esse e outros cânceres e doenças associadas, contribuindo para a manutenção da saúde integral do homem.

A campanha do HRPL incentiva a prevenção da doença – segunda maior causa de morte (por câncer) em homens, no Brasil -, alertando a população sobre a gravidade do câncer de próstata e incentivando a realização de exames de rotina.

O câncer de próstata é a doença mais incidente entre os homens, principalmente na terceira idade. A importância de abordar o assunto vem das estatísticas. Segundo o urologista Laureno Norat, que trabalha no Hospital Regional Público do Leste, “um a cada seis homens tem ou terá a doença. E quanto maior a idade, maior a chance do tumor se manifestar”.

O médico explica que o câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial, por isso exames preventivos são fundamentais para o diagnóstico precoce. “O número de pacientes que fazem os exames em caráter preventivo é muito pequeno. É importante que os homens entendam que a saúde precisa ser colocada em primeiro lugar, e acima de qualquer preconceito”, enfatiza.

Ameaça constante - Mesmo para quem está atento à saúde, o câncer é uma ameaça constante. Aos 69 anos, o aposentado Raimundo Nonato da Silva, morador do município de Rondon do Pará (no sudeste), durante muito tempo fez regulamente os exames na próstata. Como os resultados não apontavam nenhum problema, e ele usava o serviço particular, decidiu ampliar o prazo entre um exame e outro para cada dois anos. Mas Raimundo acabou se acomodando com o tempo e deixou a saúde em segundo plano.

Há cinco anos, ele notou anormalidade ao urinar e procurou o médico. Foi diagnosticado com câncer de próstata e hoje se prepara para a cirurgia. “Agora eu vou acabar de entender o que significa a pessoa se cuidar. Se eu não tivesse parado os exames, teria identificado o problema bem no início”, lamenta Raimundo da Silva.

A história do aposentado reforça o alerta dos especialistas sobre a importância da prevenção. A ausência de sintomas não significa que está tudo bem. Em 95% dos casos, quando alguns sinais começam a ser percebidos - como vontade constante de urinar, dores ao urinar, presença de sangue na urina/sêmen ou dores ósseas -, significa que a doença já está bem avançada. “É uma triste realidade. Mas, infelizmente, a maioria dos homens só vai ao médico quando a doença já alcançou um estágio muito avançado, e aí é mais complicado”, afirma o urologista.

Programação – Como parte das ações previstas para a Campanha Novembro Azul, o HRPL realiza durante todo o mês palestras e distribuição de material educativo sobre o tema para funcionários, usuários e acompanhantes, e para toda a comunidade. No último dia 09 houve ação na Praça Célio Miranda, com oferta de teste de glicemia, aferição de pressão arterial e entrega de material educativo sobre os cuidados necessários à saúde integral masculina.

Dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) apontam que os homens morrem mais cedo que as mulheres por falta de cuidado, sendo as maiores vítimas de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, e de causas externas, principalmente violência no trânsito. Pelos dados oficiais, a principal causa de internação masculina no Pará é externa (esfaqueamento, traumatismo e envenenamento).

Oncologia – Referência na assistência de média e alta complexidade, o HRPL está habilitado para realizar cirurgias oncológicas para usuários de 23 municípios paraenses e procedimentos cirúrgicos para alguns tipos específicos de câncer (de colo do útero, de mama, ovário, pâncreas, reto, intestino e de estômago).

A meta do HRPL é realizar 20 cirurgias oncológicas por mês. Para ter acesso ao atendimento, os pacientes devem ser referenciados por unidades de saúde municipais e passar por avaliação da Central Regional de Regulação. De acordo com o caso e a oferta de leitos será validado o encaminhamento do paciente para o HRPL.

Serviço: O Hospital Regional Público do Leste fica na Rua Adelaide Bernardes, s/n, bairro Nova Conquista, em Paragominas. Mais informações pelos telefones (91) 3739-1046 / 3739-1253 / 3739-1102.

Comentários