Simão Jatene faz balanço da gestão em entrevistas ao SBT e Record

O governador Simão Jatene fez um balanço de seus oito anos de gestão no Pará durante entrevistas em duas emissoras de televisão, nesta segunda-feira, 31, último dia de seu mandato. Nos estúdios do SBT e da Record TV, ele falou sobre os investimentos feitos nas áreas de segurança, saúde, infraestrutura, e o compromisso de, mesmo com a crise, manter o salário dos servidores públicos em dia. "Entre ser simpático e responsável, preferi ser responsável e conseguimos o reajuste da inflação para todos", pontuou Jatene.

Questionado pela jornalista Nara Bandeira, do SBT, sobre a segurança, Simão Jatene disse que considera essa, uma questão nacional. "O crime se internacionalizou. Ou se tem uma política nacional, ou a chance de combater a criminalidade é pequena. No Rio de Janeiro, o Exército não conseguiu. Aqui, nós investimos muito em segurança com a compra de carros novos e a valorização do profissional, com duas promoções por ano para os militares".

Na Record, Jatene reforçou o investimento feita na área. “Todos os policiais no nosso governo tiveram duas promoções no ano, além de receberem em dia, além de terem melhores equipamentos, helicóptero, viaturas. Também aumentamos o número de vagas no sistema penitenciário e fizemos concurso para agente de segurança, o que não existia, porque esse cargo era sempre temporário, então havia uma substituição frequente”, detalhou.

Para a apresentadora Mariana Sena, da Record, o governador destacou alguns números da saúde nesses últimos anos. “Quando nós assumimos, o Pará tinha três grandes hospitais, Santa Casa, Hospital das Clínicas e dos Servidores. Conseguimos, em 12 anos, entregar 16 grandes hospitais e hoje, dos 10 hospitais públicos melhor avaliados no Brasil, dois estão no Pará”, frisou.

Também foram altos os investimentos em infraestrutura, com a entrega de aproximadamente 4 mil km de asfalto – 2 mil km do Programa Asfalto na Cidade e 2 mil km de estrada ou pavimentação completa; e ainda 4 mil km de pontes de concreto.

Outro programa que recebeu importantes investimentos do Governo do Estado foi o Cheque Moradia. “Aplicamos cerca de R$ 700 milhões nesse projeto e isso tudo saiu daqueles menos de R$ 300 reais por mês por habitante”, destacou.

Obrigado- Ao final das duas entrevistas, Jatene agradeceu a população paraense pela oportunidade de governar o Estado. “Sou eternamente grato ao povo do Pará. Foram muitas alegrias, muitas frustrações também. Gostaria de ter feito mais de tudo, porque a desigualdade é uma coisa que me incomoda muito. Minha expectativa é que chegue um dia que não tenha entre as camadas da sociedade. A desigualdade é coisa dos homens, não é de Deus. Por isso precisamos ser homens e mulheres melhores para o mundo”, disse na Record TV Belém.

"Quero deixar meu muito obrigado a cada um dos paraenses. Não fiz tudo o que gostaria, mas podem ter certeza que dei o meu melhor. Quero que vocês, ao passarem em frente a cada obra realizada em minha gestão, saibam que o dinheiro de vocês está ali", finalizou Simão Jatene no SBT Belém.

Comentários