Biblioteca da Central de Triagem Metropolitana terá livros doados pela Parápaz

Na próxima semana, mais uma unidade prisional do Estado contará com um espaço dedicado à leitura. A Central de Triagem Metropolitana II (CTR II), localizada no Bairro do Coqueiro, em Ananindeua (Região Metropolitana de Belém), ganhará uma biblioteca, que será montada com os livros doados pela Fundação Parápaz (antiga Pro Paz) à Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe).

Feita pela Parápaz na quarta-feira (13), a cessão de 700 obras literárias e didáticas é a primeira grande doação feita à campanha do Projeto Reinsere – Leitura nas Unidades Prisionais. Lançado no último domingo (10), o projeto tem por objetivo promover a arrecadação de livros para a ampliação e a implantação de novas bibliotecas nas unidades prisionais do Pará.

"A educação transforma vidas. Estamos felizes em dar nossa parcela de contribuição, e esperamos que esses livros ressignifiquem, de forma positiva, a vida desses homens e mulheres que estão privados de liberdade", disse a pedagoga Ray Tavares, presidente da Fundação Parápaz, que esteve na sede da Susipe para entregar os livros. Com o novo espaço no CTR II, 27 das 48 unidades prisionais do Estado passam a contar com bibliotecas.

Educação superior- A criação desses espaços é mais uma ação diferenciada no processo de ressocialização de presos. Com apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a Susipe vem trabalhando para a implementação de um projeto pedagógico que envolve desde o desenvolvimento da modalidade de ensino EJA (Educação de Jovens e Adultos) à realização de projetos, como a remição de pena pela leitura e a educação a distância para os internos em regime fechado, visando à educação superior.

“A atuação conjunta com a Fundação é importante e pode ampliar, ainda mais, com ações que envolvam o interno e sua família, com capacitações e formação. Consideramos a educação fundamental, pois já está comprovado que, quando o interno está envolvido em atividades educacionais, em conjunto com outras ações de ressocialização, a reincidência no crime é reduzida, ficando essa taxa abaixo de 5%”, informou Ed Wilson, diretor de Reinserção Social da Susipe.

A campanha para arrecadação de livros do “Reinsere – Leitura nas Unidades Prisionais” encerra no próximo 31 de março (domingo) na Praça da República, ao lado do Teatro Waldemar Henrique, com apresentações culturais.

Quem quiser doar depois dessa data pode procurar a sede da Susipe, localizada na Rua dos Tamoios, 1592, em Batista Campos. A doação pode ser feita no horário comercial, e os materiais podem ser entregues na Diretoria de Inserção Social.

Comentários