Encontros das Pré-Conferências de Saúde de Belém são encerrados

As duas últimas pré-conferências que antecedem a Conferência Municipal de Saúde, a ser realizada nos dias 12 e 13 de abril, foram encerradas nesta sexta-feira, 15, em Belém, em uma promoção da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria de Saúde (Sesma). As plenárias de hoje foram voltadas para trabalhadores e gestores dos diversos segmentos, entidades e instituições da saúde.

Com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”, foram realizadas 10 plenárias das pré-conferências ao longo desta semana. As plenárias tiveram o objetivo de discutir as necessidades de saúde da população e identificar as responsabilidades a serem inseridas na agenda dos governos, além de eleger delegados para a Conferência Estadual e o Conselho Municipal de Saúde de Belém, que ocorre no próximo mês.

Na abertura da plenária dos trabalhadores da saúde participaram José Luiz Morais, presidente do Conselho Municipal de Saúde; Pedro Neto, presidente do Conselho Estadual de Saúde, Deick Quaresma, conselheiro municipal de saúde e Daniela Rocha, presidente do Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Importância - A presidente do Coren destacou a importância da atuação dos trabalhadores na plenária. “Cerca de 60% dos trabalhadores de saúde são profissionais da enfermagem e a maior parte deles atua no SUS. Temos que estar na conferência, debatendo, contribuindo para o controle social, o funcionamento do SUS, e consequentemente, para os avanços na saúde para nossa categoria”, destacou Daniela Rocha.

A enfermeira da Estratégia Saúde da Família da Unidade Básica de Saúde do Telégrafo, Janaína Meireles, acha importante participar dos debates. “O profissional de enfermagem deve estar sempre envolvido com as políticas públicas na área da saúde e nós temos um importante papel pela atuação direta junto aos usuários do SUS”, afirmou Janaína.

Delegados - A plenária resultou na eleição dos 50 delegados dentre os trabalhadores da saúde apresentados por meio de uma única chapa. Ficaram assim distribuídos: 30 delegados do Coren; nove do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará (Sindsaude); três do Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRFPA); dois do Sindicato de Farmacêuticos do Pará (Sinfarpa); três do Sindicato de Enfermeiros do Pará (Senpa); dois do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Belém (Sisbel) e um do Conselho Regional de Psicologia. 

O diretor do Departamento de Urgência e Emergência (DEUE), Leonardo Lobato, destacou que a pré-conferência serve para ser alinhadas novas diretrizes. “As pré-conferências e a Conferência Municipal de Saúde são momentos primordiais para a confecção do modelo de gestão que vai ser desenvolvida para o município de Belém. Gestores, controle social e prestadores, constroem a partir desse conselho que vai ser selecionado, por isso a importância da participação de todos os gestores, para que estejam atentos e informados das decisões em que vão ser tomadas”, disse o diretor. 

“Esse é um momento em que todos os nossos Diretores da nossa rede de saúde, das UPAs, dos hospitais, da Rede Básica de Saúde, das Unidades Municipais de Saúde estão aqui para que possamos entender esse processo democrático e participativo”, afirmou Carmem Célia, Secretária de Saúde em exercício.  

No encerramento dos encontros, também foram eleitos 50 delegados e 20 suplentes para representarem a Sesma nos dias 12 e 13 de abril na Conferência Municipal de Saúde de Belém.

Comentários