Comissão de Barragens irá visitar dependências da Vale em Canaã dos Carajás

Os deputados da Comissão Externa de Barragens decidiram em reunião de trabalho, nesta terça-feira (09.04), após o encerramento do plenário, aprovar o deslocamento dos membros na próxima segunda-feira (15.04) para visitar as dependências das barragens da Vale dentro do projeto Sossego, em Canaã dos Carajás, município localizado a 755 km da capital.

“Essa visita foi demandada na audiência pública em Marabá após os depoimentos de lideranças dos movimentos sociais, que nos alertaram sobre a existência de riscos de rompimentos de barragens em Canaã e por isso estaremos nos deslocando para lá”, informou a deputada Marinor Brito (PSOL), presidente da Comissão.

A Agência Nacional de Mineração (ANM), no final de janeiro deste ano, listou as barragens que apresentam algum tipo de risco ambiental no Pará e uma, presente no projeto Sossego, em Canaã, foi classificada como de “alto risco”.

Devem acompanhar a presidente da Comissão Marinor Brito na viagem, os deputados: Tony Cunha (PTB); Professora Nilse Pinheiro (PRB); Ângelo Ferrari (PTB) e Alex Santiago (PR).

A reunião decidiu ainda formular pedido de inclusão de membros da Sociedade Civil ao Grupo de Trabalho instituído pelo Governo do Estado que está averiguando as situações das barragens no Estado.

Por último foi  reordenada a estratégia de busca por informações junto a SEMAS e as empresas detentoras de barragens, priorizando a busca de dados sobre os protocolos de segurança, regularidade de vistorias, renovações existentes das licenças e ainda sobre o licenciamento ambiental.

A Vale é proprietária da barragem que rompeu em Brumadinho neste ano, e é dona de metade da Samarco, proprietária da barragem do Fundão, que se rompeu em 2015 em Mariana, ambas cidades mineiras.

Tags:


Comentários