Mais da metade da população de Belém sem água na madrugada

Corra, que a falta dágua vem aí!A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) acaba de avisar que mais da metade de Belém e parte de Ananindeua ficarão sem água nas torneiras a partir das 19h.

A Cosanpa informa que a parada total do complexo Bolonha será necessária, nesta quarta-feira, e o serviço entrará pela madrugada, devendo se encerrar por volta das 3h da madrugada da quinta, dia 11.

São necessárias pelo menos três horas até que o sistema recupere toda a capacidade de vazão. Por isso, o fornecimento só será normalizado por volta das 6h da manhã.

“Faremos uma parada para revisão técnica operacional de manutenção. A limpeza dos canais dos decantadores não era feita há 10 anos. A última foi em 2009”, informa a assessoria de comunicação da Cosanpa.

Dezessete bairros de Belém e Ananindeua serão afetados. Justamente os mais populosos. Estima-se que mais da metade da população da capital ficará sem água nas torneiras durante a madrugada.

Os bairros afetados serão: Barreiro, Canudos, Cremação, Condor,  Fátima, Guamá, Jurunas, Marambaia, Pedreira, Sacramenta, São Brás, Telégrafo, Terra Firme, Val de Cães, em Belém; e Atalaia, parte do Coqueiro e Guanabara, em Ananindeua.

“A revitalização do Complexo Bolonha é uma das prioridades da companhia, mas devido aos anos sem investimentos as soluções não são imediatas, assim como os trâmites legais do serviço público”, alega a Cosanpa.

Segundo a companhia, os recursos emergenciais liberados pelo governador Helder Barbalho para compra de equipamentos para os sistemas de Belém, Marabá e Santarém foram divididos em três parcelas que estarão disponíveis no fim dos meses de abril, maio e junho.

Tags:


Comentários