Presidente da Comissão de Transportes, Obras e Comunicação vistoria PA 220

A Comissão de Transportes, Obras e Comunicação, que tem como finalidade debater temas relativos a estes assuntos no Poder Legislativo paraense, está buscando soluções para PA 220 (Transmau), localizada no nordeste paraense. A deputada Renilce Nicodemos (SD) é a presidente da comissão e já busca soluções junto a Secretaria Estadual de Transportes.

A PA 220, conhecida como “Transmau”, que liga Curuçá a Vila Mau, em Marapanim, e também dá acesso aos municípios de Magalhães Barata, Igarapé Açu e Maracanã, no nordeste do estado, está com vários pontos de interdição, devido às más condições da rodovia. Alguns trechos também estão tomados por buracos. Em outros, o problema é o atoleiro. Quem tenta passar, arrisca-se na buraqueira. Um igarapé transbordou e inundou outro perímetro da estrada. Segundo os moradores, o transporte da produção agrícola e alimentos para as comunidades ao longo da via tem sido feito de forma improvisada. Os moradores fazem transbordo, trocando as cargas de veículos no decorrer do caminho para garantir o escoamento. As crianças que precisam ir às escolas caminham vários quilômetros para chegar e também fazem o transbordo de ônibus.

Preocupada com toda essa situação, a presidente da Comissão de Transportes, Obras e Comunicação, da Assembleia Legislativa do Pará se reuniu com o secretário estadual de transporte, Pádua Andrade, para buscar soluções para o problema. Durante a reunião, o secretário determinou a ida de um engenheiro ao local para verificar as condições e as medidas para amenizar o problema nessa época de inverno amazônico.

Nesta terça-feira, a deputada Renilce Nicodemos, acompanhada do engenheiro Rodrigo Souza - de uma empresa que presta serviços a Setran - e de moradores, percorreu parte da Transmau e viu de perto a situação. “O solo aqui não é resistente a água, vamos remover esse material aqui e aplicar outro material que seja resistente a água, material arenoso que com o contato com a água não vai acontecer o que acontece agora. Para o verão, vamos elaborar um projeto para, de fato, realizar o que deve ser feito de verdade para a rodovia”, explicou.

“Recebemos vários vídeos mostrando a precariedade que se encontra a Transmau e que prejudica todos que dela necessitam, são estudantes indo a pé às escolas, alimentos que não chegam aos moradores que moram nos vilarejos e o escoamento da produção agrícola. Comuniquei a situação ao governador Helder Barbalho, que, de imediato, me colocou junto ao secretário de transporte Pádua Andrade e, em reunião, deliberou a vinda de um engenheiro aqui e estamos para discutir as ações imediatas para melhorar a vida dessas pessoas”, disse a deputada. A Secretaria de Transportes confirmou que as ações devem iniciar já nos próximos dias.

Após a visita técnica a rodovia, a deputada Renilce Nicodemos se reuniu com os moradores da Vila Mau, agrovila que pertence ao município de Marapanim. Durante a conversa, os moradores apresentaram uma série pedidos para a deputada interceder junto ao Governo do Estado e Prefeitura Municipal, entre os pedidos estão a reforma da Escola Bibiano Monteiro, a implantação do Ensino Médio, o funcionamento do gabinete odontológico, a expansão do serviço de água e a implantação da academia de saúde. A parlamentar ouviu e garantiu que vai requerer juntos as autoridades estaduais e municipais a implantação dos serviços solicitados.

Comentários