Qualificação

Trabalhadores da praia do Caripi, em Barcarena, passarão por capacitação da Setur

Como parte do esforço institucional do Governo do Estado para reduzir impactos sociais e econômicos, após o acidente com o navio Haidar no porto de Vila do Conde, em Barcarena, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) inicia em novembro mais um curso de capacitação no município. O evento será destinado à qualificação dos barraqueiros da Praia do Caripi, uma das mais frenquentadas por turistas de Belém e municípios vizinhos, e que não foi interditada pela Defesa Civil, já que exames divulgados pelo Laboratório Central de Análises do Estado (Lacen) constataram que em nenhum momento as águas da praia foram contaminadas por bactérias ou quaisquer agentes nocivos à saúde humana.

Para adiantar aspectos do curso de “Cozinha Regional” e compreender melhor o cenário da comunidade da Praia do Conde, atingida pelas consequências do acidente e ainda interditada, o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, acompanhado de técnicos da Setur, Sespa e Seaster esteve reunido, na quarta-feira (28), com os proprietários de barracas e restaurantes das praias do Conde e Caripi.

A primeira reunião foi com os barraqueiros da Associação da Praia do Conde, que estão recebendo ajuda do Governo do Estado, prefeitura de Barcarena, por meio da Defesa Civil do Pará e órgãos municipais, enquanto durar a proibição de banho na praia. São medicamentos, água potável, alimentos e orientações necessárias.

Na reunião, as lideranças comunitárias apresentaram antigas reivindicações, ao relembrar que “apenas as empresas que operam na área portuária de Vila do Conde podem atender”. Os presentes exemplificaram algumas preocupações com a contaminação de poluentes de partículas de carvão, “o coque”, que é trazida pelo ar, e a insegurança deles com as futuras operações no porto, onde segundo a presidente do Centro Comunitário de Vila do Conde, Kézia Caetano, já contabilizaram 18 acidentes de menores proporções no local.

Adenauer Góes também reuniu com o prefeito de Barcarena, Antônio Carlos Vilaça, que se mostrou muito preocupado com o forte baque na economia do município. “Até o momento, 23 dias após o acidente, mais de 50% da população ainda teme consumir carne bovina. Além disso, embora os exames realizados pelo Estado, e divulgados, demonstrem que não aconteceu a contaminação das águas, as nossas praias ainda estão vazias”, esclareceu o prefeito.

O encontro final da agenda em Barcarena foi com os líderes da Associação dos Barraqueiros da Praia do Caripi. O secretário Adenauer Góes conferiu a situação da orla da praia que foi fortemente atingida pela erosão das águas. A presidente da Comissão da Praia do Caripi, Liduina Gemaque, disse que ainda está no aguardo de uma resposta das autoridades e parlamentares federais para a construção de um muro de arrimo no local.

Solicitação - O secretário lembrou que o assunto Projeto Orla do Caripi foi levado pela Setur ao Fórum Estadual de Turismo, a exemplo do problema que se repete nas praias do município de Bragança, nordeste do estado, e orientou os donos de barracas e restaurantes do local, sobre os caminhos que a associação deve tomar para conseguir a verba destinada a levantar o muro de arrimo.

“Barcarena tem que definir quais são suas estratégias na área de turismo. A Setur está no município capacitando, orientando e tentando ajudar esse importante segmento que, repito, tem que ser visto como gerador de negócios, renda e emprego no Pará. E esta Associação deve se planejar cada vez mais para reivindicar melhorias, como está fazendo agora, e ajudaremos no que for possível”, finalizou Góes.

Curso – A capacitação em “Cozinha Regional” é oferecida em parceria entre a Setur e o SENAC, por meio do Programa Estadual de Qualificação Profissional do Turismo (PEQTur). O curso vai ser realizado no período de 09/11 a 13/11, no “Cabana Clube”, e a expectativa é capacitar 20 pessoas, entre micro, pequeno e médio empreendedores e barraqueiros. No conteúdo de 40 horas estão noções de Manipulação de Alimentos, Apresentação dos Pratos, Elaboração de Pratos Regionais, Peixes e Mariscos, Sobremesas de Frutas Regionais e a Qualidade no Atendimento. 

Tags

capacitação setur Turismo

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder