Região Nordeste

Governo inaugura mais duas escolas no interior do Estado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), inaugurou na segunda-feira (17), duas escolas estaduais no interior do Estado. Os municípios contemplados foram Bragança e Augusto Corrêa, no nordeste paraense. As novas unidades vão atender mais de mil alunos dos Ensinos Fundamental e Médio. O projeto das obras faz parte do Programa de Melhoria da Qualidade e Expansão da Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará, preconizado pela Seduc no âmbito do Pacto pela Educação.

Em Bragança, a Escola de Ensino Fundamental e Médio Leandro Lobão da Silveira ganhou seis novas salas de aula, laboratório de informática, laboratório multidisciplinar, sala de leitura; salas do bloco administrativo, sendo: sala da direção, sala da coordenação pedagógica, sala dos professores e secretaria.

A escola também possui copa cozinha, depósito para merenda escolar e materiais de limpeza, sala de triagem de alimentos, pátio coberto e área verde para convivência e atividades recreativas. O projeto também trouxe quadra de esportes coberta, reservatório de água, estacionamento para carros e motos, bicicletário, banheiros e vestiários. A obra foi orçada em R$ 4.196.551,63.

“Uma grande parte dos nossos alunos reside na zona rural e eles enfrentam um longo caminho para chegar à escola. Muitos não têm acesso à internet e, a partir de agora com toda a estrutura que temos e o empenho da gestão, vamos buscar o melhoramento da nota do Ideb, mantendo a qualidade da nossa educação”, disse a professora de Língua Portuguesa Margarida Massias.

Atualmente, a escola atende 503 alunos do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental, do Ensino Médio Regular, Educação de Jovens e Adultos (EJA) da 1ª à 4ª etapas, e o projeto de aceleração Mundiar, do 1º ao 3º anos do Ensino Médio.

Augusto Corrêa - A Escola de Ensino Médio Professor Galvão, em Augusto Corrêa, segue o mesmo padrão estrutural, com 13 novas salas de aula, laboratórios, copa cozinha, banheiros e quadra coberta. A unidade escolar recebeu a instalação de 44 centrais de ar, 26 computadores, 26 monitores e 500 novas carteiras, que vão atender 1.380 alunos. A obra recebeu R$ 3.049.931,38 mil em investimentos.  

“Na antiga escola tínhamos dificuldade de aprender nas aulas, pois fazia muito calor nas salas de aula. Hoje, temos salas refrigeradas, isoladas do barulho e agora as aulas são mais dinâmicas”, avalia a aluna Natália Reis de Assis, estudante do 2º do ano do Ensino Médio.

“O Pacto foi criado para fortalecer a Educação no Estado e agradecemos os 144 municípios que integraram essa rede compromissada com a Educação. Cada um de nós, pagando nossos impostos, somos responsáveis por essa obra, desta forma, a escola é nossa, que deve ser zelada e preservada, pois pertence à toda comunidade”, comentou o secretário Adjunto de Ensino da Seduc, José Roberto Alves.

Balanço - A Seduc, no compromisso de melhorar e ampliar a rede de Educação ao longo de oito anos de gestão, inaugurou 30 novas escolas no Estado. Também concluiu a reforma e/ou a ampliação de outras 146 escolas e 11 quadras cobertas, o que totaliza 157 obras realizadas. Ao todo foram 187 obras concluídas, em média, cerca de 20 ações de reforma e/ou ampliação por ano no Estado. Foram mais de 1.200 salas de aulas entregues, entre novas e reformadas, distribuídas em escolas tecnológicas, escolas regulares e escolas em aldeias indígenas. Os projetos têm financiamento de recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Em obras concluídas, o Governo investiu cerca de R$ 100 milhões na construção de novas escolas e mais de R$ 110 milhões em reformas, ampliações e quadras esportivas. Foram mais de R$ 210 milhões de recursos próprios do Estado, de financiamento e federais, investidos para a melhoria e a expansão da rede de ensino. Tais recursos foram aplicados de forma direta e por meio de convênios com municípios, atendendo não somente escolas da rede estadual de ensino, mas também escolas municipais.

A Seduc teve um avanço significativo no quesito de obras da rede escolar. A atual gestão deixará em andamento, com previsão de entrega à população em 2019, um total de 134 obras de reforma e/ou ampliação e 34 unidades da rede estadual de ensino, distribuídas em 79 municípios, atendendo todas as 12 regiões de integração do estado. E, ainda a grande reforma e ampliação da sede da Secretaria localizada na Avenida Augusto Montenegro, Km 10, em Belém; obra que contempla também a construção de um novo restaurante e um auditório.

Tags

Augusto Corrêa Bragança Educação obras SEDUC

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder