Educação

Prefeitura de Belém garante pré-vestibular gratuito a estudantes de Outeiro

Cerca de 50 estudantes marcaram presença na noite desta terça-feira, 19, no segundo dia de aula do Cursinho Pré-vestibular de Outeiro.

Cerca de 50 estudantes marcaram presença na noite desta terça-feira, 19, no segundo dia de aula do Cursinho Pré-vestibular de Outeiro. O projeto é ofertado pela Prefeitura de Belém, por meio da Administração Regional do Outeiro (Arout) e da Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque Professor Eidorfe Moreira (Funbosque), em parceira com a Associação de Cultura, Esporte e Lazer do Outeiro (Aceldo).

A proposta é proporcionar aos estudantes de escolas públicas maiores chances de ingresso em universidades federais por meio da preparação ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As aulas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 18h às 21h, na Funbosque, ilha de Caratateua, distrito de Outeiro. Durante o preparatório, os alunos participantes serão avaliados pela frequência, pontualidade e aproveitamento nos simulados.

Segundo o administrador regional Yan Miranda, Outeiro é o primeiro distrito de Belém a receber o projeto, que também conta o apoio do Pré-Vestibular Municipal de Belém. “Estamos iniciando um projeto que vai ajudar na realização de sonhos desses jovens e adultos. Nós, da Prefeitura de Belém, conseguimos trazer pela primeira vez um cursinho preparatório pré-vestibular, e Outeiro é o primeiro distrito a receber essa oportunidade da Prefeitura Municipal. E, sem dúvida, todos os participantes terão a oportunidade de chegar de ‘igual para igual1 no Enem deste ano”, diz Yan Miranda.

Para o coordenador do projeto do pré-vestibular municipal de Outeiro, professor Carlos Henrique Silva, o primeiro e segundo dia de aula foram produtivos e integradores. “As aulas são participativas e os estudantes interagiram de forma positiva. Isso demostra o quanto o cursinho vai produzir com a ajuda dos alunos, professores voluntários e demais envolvidos”, afirma.

Segundo o estudante Júlio Silva, para conseguir um bom emprego não adianta ter apenas a formação básica. “Precisamos estudar e nos qualificar para conseguir um bom emprego. E aqui temos uma ótima oportunidade para prestar o exame e tentar ingressar em universidades e conseguir um bom trabalho. A oportunidade veio em bora hora, se não houvesse esse cursinho, teríamos que procurar um particular, pagar ônibus e arcar com outras despesas”, diz.

O ex-aluno da Funbosque Renan Oliveira também está aproveitando a oportunidade: “Muito bacana essa iniciativa, pois faltava projeto como este para a juventude de Outeiro. Aqui temos uma carência. Hoje temos esta oferta que vai ajudar muitos moradores e comunidades da ilha”.

“Estou achando super convidativo, pois eu não tinha conhecimentos sobre o que são as ações da Funbosque e nem da Arout. O mais interessante é que é próximo de casa e de forma gratuita”, ressalta a aluna Liandra Felgueiras.

A pré-vestibulanda Nilbia Ramos sonha em ser agrônoma e encontrou no cursinho uma oportunidade. “Nos primeiros dias estamos conhecendo um pouco sobre o que veremos nas provas e o que cada etapa cobrará de nós, estudantes, e esse projeto é uma oportunidade única para mim e é um privilegio está aqui”.

A professora Maria Castro, da Funbosque, ficou feliz em ver a sala lotada. “Os alunos compareceram em peso, mesmo com chuva eles se esforçam para não perder os primeiros dias de aula. É tudo isso, mostra o interesse em participar do projeto. Estamos aqui para apoiar e torcer para o sucesso e a aprovação de todos”.

Tags

arout Curso Educação funbosque

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.