PROGRAMAÇÃO

Usuários da Casa do Idoso e de unidades de saúde se divertem em tarde carnavalesca

Usuários da Casa do Idoso e de unidades de saúde lotaram o Hangar no Baile Carnavalesco da 3ª Idade da Sejel, na tarde desta quinta-feira, 28.

Idosos e idosas podem e devem brincar o carnaval. A dica é da coordenadora da Casa do Idoso, Sofia Couto. Segundo ela, a idade do indivíduo não é contraindicação ao Carnaval. “Todas as pessoas que se sentirem em boas condições e que gostem de festa podem participar”.

Em meio a confetes e serpentinas, usuários da Casa do Idoso e de Unidades Municipais de Saúde (UMSs) participaram do Baile Carnavalesco da 3ª Idade da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), realizado na tarde desta quinta-feira, 28, no Centro de Convenções da Amazônia (Hangar).

A Rainha das Rainhas do Carnaval da Casa do Idoso marcou presença na festa e na disputa pelo título deste ano. “Ser Rainha das Rainhas da Terceira Idade significa muito para mim. Eu adoro essas coisas, me divirto e sou feliz. Estarei satisfeita por ter participado, independentemente de ganhar ou não. Minha fantasia representa o carimbó porque é o ritmo que eu mais gosto de dançar e cantar”, diz Maria da Conceição Mota, 79 anos.

“A interação entre os idosos é imprescindível. Juntos eles conversam, dançam, interagem e se sentem à vontade com eles mesmos. A palavra que define esse baile de carnaval é integração”, destacou Sofia.A animação da festa ficou por conta das marchinhas tradicionais que foram cantadas em coro durante toda a tarde. “A gente não fica parada mesmo. Aqui tem muito carinho, alegria e respeito. Energia também temos de sobra”, contou Cleonice da Silva, de 67 anos.

“Eventos como esses promovem a socialização dos idosos, que é fator fundamental para a manutenção da saúde mental e física de quem chegou ou chegará à terceira idade”, frisou Sofia Couto.

Tags

Esporte saude sejel sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.