MOSTRA

Unidade de Saúde do Telégrafo exibe exposição em referência à campanha Março Lilás

A campanha Março Lilás visa conscientizar as mulheres para a importância da prevenção do câncer de colo do útero. Como forma de diagnosticar precocemente a doença, a Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), realizou na manhã de quarta-feira, 13, na Unidade Municipal de Saúde (UMS) do Telégrafo, a exposição “Mulher, Tempo de Cuidar”.

Na abertura, cada estande tratou de um tema específico, dentre eles, Câncer de Mama, Prevenção ao Câncer de Colo do Útero (PCCU) e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). “Embora seja um mês de prevenção do câncer de colo do útero, estamos também no mês da mulher, por isso, abordamos todos os assuntos que possam vir a ser um problema”, comentou a enfermeira da UMS Telégrafo, Léa Furtado.

A vendedora autônoma Cíntia Sena, 31 anos, foi uma das usuárias que obteve novas informações sobre saúde. “Vim marcar uma consulta e as agentes de saúde me informaram sobre o evento. E como eu gosto de adquirir conhecimento, optei por vir. Não sabia, por exemplo, que o homem pode também ter câncer de mama. Achava que era somente as mulheres. As profissionais da unidade também esclareceram outras dúvidas que eu tinha, e gostei bastante”, destacou.

Vídeos - Além dos estandes, um espaço com apresentação de vídeos de curta duração foi montado como forma de promover conhecimento sobre a saúde feminina. “A ideia dos vídeos surgiu para que as usuárias possam determinar o tempo que elas querem permanecer no evento, sem que isso atrapalhe a sua consulta já agendada. Assim elas podem se consultar e, depois, buscar novas formas de conhecimento por meio da exposição”, complementou Léa.

A ação contou com o apoio dos estagiários e da diretora da Unidade, Sebastiana Canto.

Saúde - A Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Sesma, oferta em seus serviços os exames de PCCU (Preventivo); consultas médicas e de enfermagem; consultas com equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF); orientações nutricionais, visando à prevenção ao câncer de colo de útero; e acompanhamento em serviços especializados para controle do câncer.

No estado do Pará estima-se, para o ano de 2019, 860 casos novos de câncer de colo do útero, em um aumento de 21,25%, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Em 2018, 321 mulheres morreram em decorrência ao câncer de colo de útero no Estado. Destas, 81 eram mulheres de Belém. A prevenção primária do câncer do colo do útero é ação importante para o combate ao câncer, e está relacionada à diminuição do risco de contágio pelo Papilomavírus Humano (HPV).

A programação continuará até o fim desta semana com palestras em salas de espera da Unidade do Telégrafo e coleta de exame de PCCU (conhecido como Preventivo).

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder