Prevenção

Orientações ao público marcam o Dia Mundial do Rim na Santa Casa

Uma programação especial, com a participação de médicos, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e a equipe de humanização, comemorou nesta quinta-feira (14) o Dia Mundial do Rim, na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, onde funciona o Centro de Referência em Terapia Renal Substitutiva Pediátrica. Com o tema “Saúde dos rins para todos”, a programação visou alertar sobre a importância da prevenção e dos cuidados com a saúde dos rins. Estatísticas apontam que uma em cada dez pessoas no planeta tem doença renal. Anualmente, milhões de pessoas morrem devido a complicações relacionadas à doença renal crônica (DRC).

Para a aposentada Graça Gomes, que verificou sua pressão arterial e recebeu conselhos médicos e nutricionais, esse tipo de ação contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas, tanto crianças como adultos. O contador Pedro Almeida disse que levou sua esposa para uma consulta e aproveitou para receber muitas informações. “É interessante mostrar a importância para as pessoas sobre o uso correto da alimentação e a ingestão de bastante líquido, principalmente água natural. Afinal, ter rins sadios é muito importante”, ressaltou.

O objetivo do Dia Mundial do Rim é informar o maior número de pessoas sobre os fatores de risco e a prevenção da DRC. A médica Monique Calandrine Rodrigues, coordenadora do Centro de Terapia Renal Substitutiva Pediátrica da Santa Casa, reforçou que a prevenção é essencial para a saúde dos rins. “Ficar atento às infecções urinárias, perceber se a urina tem espuma, tem sangue, é importante. Um simples exame de urina já pode detectar alguma anormalidade. É fundamental fazer avaliação periódica com o médico”, informou a coordenadora, acrescentando a necessidade de ingestão de bastante líquido e evitar o excesso de sal, principalmente salgadinhos industrializados. “Se tiver alguém na família com diabetes ou pressão arterial, já precisa acender a luzinha e procurar fazer os exames periódicos”, frisou Monique Calandrine.

Outras recomendações são manter hábitos alimentares saudáveis, praticar atividade física regular, controlar a pressão arterial e o peso, não fumar, beber água, não tomar remédio sem orientação médica, consultar um médico regularmente e fazer exame de creatinina no sangue.

Tags

Dia mundial do rim DIA MUNDIAL DO RIM, SANTA CASA santa casa SESPA

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder