RESSOCIALIZAÇÃO

Prefeitura de Belém participa da Audiência Pública sobre Proteção e Assistência aos Condenados

O prefeito de Belém Zenaldo Coutinho integrou a mesa de abertura do evento e comentou sobre a importância de levantar discussões com a sociedade sobre os condenados

Na manhã desta quarta-feira, 10, a Prefeitura de Belém participou da Audiência Pública sobre Proteção e Assistência aos Condenados, realizada na sede do Ministério Público do Estado. A reunião apresentou aos participantes o trabalho da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), uma entidade civil sem fins lucrativos, que atua no auxílio ao poder Executivo e órgãos do sistema de justiça da execução penal e cumprimento das penas.

O foco da reunião foi a ressocialização na condução da pena, apresentando a metodologia da Apac, além de experiências positivas de outros estados no trabalho de reintegração do detento e a discussão sobre a execução de penas no Pará.

Bons exemplos - O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, que integrou a mesa de abertura do evento, comentou sobre a importância de levantar discussões com a sociedade sobre o assunto. “Eu tenho certeza que audiências públicas como essas têm o condão de amadurecermos as nossas reflexões e multiplicarmos os bons exemplos que existem”, afirmou.

O prefeito comentou também sobre o trabalho que já é realizado em Belém. “Nós temos tido na execução penal a possibilidade de trabalho. Aqui em Belém, temos um convênio entre a Prefeitura e o Estado, para que os condenados ainda em regime semiaberto possam trabalhar em ações no serviço público”, declarou, referindo-se ao projeto “Conquistando a Liberdade”.

Projeto - O projeto “Conquistando a Liberdade”, da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), conta com o apoio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente (Semma) e de Saneamento (Sesan), e também da Guarda Municipal de Belém (GMB), incentivando a ressocialização dos detentos, com serviços como ações de limpeza em praças, roçagem e jardinagem.

“Acho que mais do que nunca, o Brasil e o Pará precisam tirar qualquer preconceito nas reflexões, e buscarmos modelos modernos, que ajudem a reinclusão do condenado na sociedade”, finalizou o prefeito.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

guarda municipal semma sesan

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.