Casa própria

Prefeitura leva palestras sobre educação financeira para os moradores do residencial Viver Maracá

O contador Francisco Lopes explicou que é preciso compreender o orçamento doméstico como um estilo de vida, se conscientizando de que precisa ser usado com planejamento.

Moradores do conjunto habitacional Viver Maracá, localizado na estrada de Outeiro, participaram de um ciclo de palestras nas noites de terça, 23, e quarta-feira, 24, promovido pela Prefeitura de Belém por meio da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem). O tema foi educação financeira.

Foram abordados vários assuntos, como economia de energia elétrica e de água e a importância da economia no lar, explicou o contador da Codem Francisco Lopes, que ministrou a palestra. “A principal meta é que eles compreendam que orçamento doméstico é um estilo de vida, podendo ser transformado em um hábito, se conscientizando de que o planejamento deve ser adequado”, disse Lopes.

A doméstica Alderina Barbosa, 59 anos, está há cinco meses vivendo uma outra realidade. Contemplada com uma unidade no residencial por meio do programa Viver Belém, Minha casa - Minha vida, ela ficou livre do aluguel e o orçamento melhorou. A palestra veio em boa hora para ajuda-la a aplicar esse rendimento. “Amei a palestra de economia e vi que não faço isso. Vamos procurar gastar menos e economizar na energia e na água”, comentou.

A autônoma Neidiane Carneiro, de 34 anos, ficou atenta às recomendações e afirmou que colocará em prática, junto com a família, as boas dicas dadas para economizar nas contas de luz e água. “Estou aprendendo a economizar. Em casa procuro ficar atenta e regrar as coisas com minha família”, afirmou.

Assistência - O residencial Viver Maracá foi entregue pela Prefeitura de Belém em julho do ano passado. O conjunto habitacional faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida, construído em parceria com o governo federal, e possui aproximadamente 550 unidades, distribuídas em 23 blocos.

Logo após a entrega dos imóveis, profissionais da Codem e da Secretaria de Habitação (Sehab) começaram a por em prática o Plano de Desenvolvimento Socioterritorial, que prevê uma série de atividades, palestras e cursos para os moradores do residencial, explica Artemissa Pimenta, gestora da Unidade de Cadastro e Mobilização Social da Codem.

“Palestras voltadas para conviver bem, regras de vizinhança, oficina de meio ambiente, cursos para desenvolver renda. Eles precisam passar por um processo de adaptação e estamos aqui para facilitar esse processo, executando um plantão social para realizar orientações sobre vários temas”, explicou Artemissa.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

codem sehab

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.