Acordo fechado

Magazine Luíza compra 39 lojas do Armazém Paraíba no Pará

Grupo nordestino restringe atuação no Estado aos segmentos de confecções, tecidos, calçados, cama, mesa e banho

Mais uma empresa gigante do varejo fecha algumas portas no Pará. Em nota assinada pelo diretor presidente do Grupo Sociedade Comercial Irmãs Claudino,que administra a cadeia de lojas Armazéns Paraíba, a Socic anuncia acordo com o Magazine Luíza transferindo para a empresa paulista, por R$ 44 milhões, o direito de explorar 48 pontos comerciais no Pará e no Maranhão. O valor de R$ 44 milhões foi pago aos Armazéns Paraíba pelo aluguel das lojas, mas os pontos continuam na propriedade da Socip. No Pará são 39 lojas. 

O processo, de acordo com o documento firmado pelo executivo Valdecy Claudino, aimncda destá sob análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). Mas na mesma nota o diretor sugere aos colaboradores que não permanecerem nos Armazéns Paraíba que se inscrevem em futura seleção a ser feita no Pará e Maranhão pelo grupo Magazine Luíza. "Disponibilzaremos cartas de recomendação", avisa. Esta será a estreia do grupo Magalu na região Norte do Brasil, embora as campanhas publicitárias das empresas já frequentem as televisões do Pará há anos. 

De acordo com o Valor, o Magazine Luiza diz que a operação “irá acelerar a estratégia de expansão orgânica da companhia”. “Essa operação marcará a entrada do Magalu na região Norte do País, com a abertura de lojas no Estado do Pará, além de reforçar sua presença no Estado do Maranhão”, cita o documento.

Com a incorporação, a empresa do interior paulista informa que “passará a ter presença em 17 Estados e atingirá a marca de mais de 1.000 pontos físicos” e planeja investir em um novo centro de distribuição na região.

Segundo o Magazine, as novas lojas do Pará e Maranhão funcionarão como “pequenos centros de distribuição – oferecendo facilidades como o “Retira Loja” e a entrega mais rápida na casa do cliente”.

Em nota, o vice-presidente do Magazine Luiza, Fabrício Garcia, promete “uma entrada expressiva no estado, vamos ganhar clientes nos pontos físicos e no online”. “Em todas as regiões que chegamos com pontos físicos, nossas vendas digitais aumentam de forma significativa”, diz em nota.

Tags

Magazine Luiza Negócios

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder