REFORMA

Projeto de revitalização do Ver-o-Peso é apresentado para feirantes

Começou nesta terça-feira, 14, uma série de reuniões setorizadas para apresentação do projeto de reforma do Ver-o-Peso. Diferente das reuniões anteriores, desta vez os participantes foram divididos por setores da feira. O primeiro grupo foi formado por comerciantes que atuam nos hortifrutigranjeiros e industrializados. O encontro foi realizado no auditório do Mercado de Carne Francisco Bolonha.

Este novo formato de reuniões, que seguirá até a próxima quinta-feira, 16, para atender outros setores da feira, foi definido pelo prefeito Zenaldo Coutinho, em audiência pública realizada no último dia 23 de abril.

Técnicos das Secretarias Municipais de Economia (Secon) e Urbanismo (Seurb), e arquitetos do escritório contratado pela Prefeitura de Belém para elaborar o projeto apresentaram para os feirantes as alterações que foram solicitadas por eles em reuniões anteriores.

Mudanças - Uma dessas mudanças ocorreu no Setor 1, destinado aos industrializados (ferragens, confecções e importados). Nele, as barracas serão maiores, passando de 1,95m² para 4,00m², tendo uma nova disposição interna para prateleiras e expositores.

Na sequência da apresentação, os feirantes visualizaram as mudanças no Setor 2, destinados aos hortifrutigranjeiros (legumes, frutas e animais vivos), onde as barracas terão o dobro do tamanho atual. As prateleiras serão recuadas e inclinadas, organizando as frutas em pirâmide, com lavatório e balança para facilitar a venda.

Com a reforma, a área da feira terá corredores de até 3 metros de largura e um corredor principal com 6 metros. Todos serão sinalizados para facilitar o fluxo dos consumidores e, ao mesmo tempo, garantir maior segurança no espaço. Além disso, também serão instalados banheiros com box para banho, tanto para homens, quanto mulheres. E ainda haverá espaço para 80 contêineres para melhorar o acondicionamento do lixo até o momento da coleta.

Depois de acompanhar a apresentação, Manoel Pacheco Cardoso, vendedor de legumes há quase 60 anos na feira, disse estar satisfeito com o projeto. “O projeto está bom, vamos ter um espaço melhor para trabalhar e receber os fregueses. E nós temos que trabalhar unidos. É daqui que sustentamos a nossa família. O Ver-o-Peso é tudo, é nosso pai, mãe. Temos que ter zelo pela feira”, comentou.

Após acompanhar todas as reuniões, a feirante Mayara de Melo também concordou com o projeto. “O projeto está maravilhoso, porque as barracas vão ser maiores. E a gente vai poder receber bem os nossos clientes”, comemorou. 

Aprovação - A maioria dos feirantes aprovou o projeto de revitalização do Ver-o-Peso, e para Jonas Fonseca Filho a reforma precisa acontecer. “A gente quer a reforma. O projeto está bom e todo mundo vai ganhar no final”, ressaltou.

O titular da Secon, Rosivaldo Batista, avaliou como positivo o diálogo com os feirantes. “Os encontros anteriores foram importantes para que pudéssemos fazer um projeto de acordo com as necessidades e realidade de quem trabalha na feira. Todos foram ouvidos, e conseguimos avançar com um projeto que beneficia a todos”, destacou.

Até quinta-feira, 16, a apresentação do projeto será feita aos demais setores da feira, como mercearia, refeição, artesanato, maniva, ervas, aves e tucupi.

Para iniciar as obras de reforma, a Prefeitura aguarda liberação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 

Tags

secon seurb

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder