Transporte Fluvial

Presidente da Alepa e deputados participam de reunião em Itupiranga

O presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Dr. Daniel Santos, acompanhado de uma comitiva de deputados, visitou nesta quinta-feira (16), o município de Itupiranga, no sudeste paraense.

Na pauta, as obras de dragagem ( limpeza) e derrocamento da Via Navegável do rio Tocantins. O objetivo é aumentar a confiabilidade e eficiência do transporte fluvial na região, garantindo o escoamento da produção agrícola, pecuária e mineral. 

Para o chefe do Legislativo, Dr. Daniel Santos, o projeto Pedral do Lourenço é de grande importância para o desenvolvimento econômico do Pará, porém é preciso discutir para entender melhor os impactos que as obras causarão aos municípios do entorno do Lago do Tucuruí. “É fundamental que o Parlamento Estadual entenda como o município de Itupiranga está inserido nisso, já que é o município mais afetado com a derrocagem. Temos que ver também as compensações que o município vai ter com essa obra”, declarou. 

O prefeito de Itupiranga, José Milesi (MDB), ressaltou a importância da verticalização do minério, da madeira, do gado, dos cereais, entre outros. “Nós precisamos imensamente que este Estado saia do extrativismo para o industrial e nós precisamos da força do Governo do Estado, da força da Assembleia Legislativa e de todos os municípios, para que isso venha acontecer”, disse Milési no seu pronunciamento na reunião com os deputados. 

Segundo a deputada Ana Cunha (PSDB), “a Alepa tem que fiscalizar o desenrolar dessas obras, não apenas o impacto ambiental que elas vão deixar, mas os efeitos que causarão aos seres humanos da localidade. E que possa também ser pensado no mecanismo para desenvolver essa região que é um corredor produtivo, mas que acima de tudo essa população se sinta contemplada junto à este desenvolvimento.

É importante para o Estado, é importante para o País, mas acima de tudo tem que ser importante para essa região”, conclui Ana Cunha (PSDB), deputada que articulou a reunião com o presidente da Alepa na Câmara Municipal de Itupiranga.

“Entramos para história ao sermos ouvidos pela Alepa na presidência do Dr. Daniel em Itupiranga. A derrocagem é uma das obras mais importantes do Pará e é fundamental termos os deputados ao nosso lado para juntos lutarmos pelo progresso. Tivemos aqui 8 Câmaras Municipais, unidas por um debate progressista. É Itupiranga tendo voz e vez”, enfatizou o vereador de Itupiranga, Godoy.

 Esta é a primeira vez na história que um presidente do Legislativo Estadual participa de reunião organizada pelos vereadores em Itupiranga.

O Projeto- O Pedral de Lourenço integra o projeto da Hidrovia do Tocantins-Araguaia, que faz parte de estudos estratégicos, como o Plano Hidroviário Estratégico -PHE (Ministério dos Transportes) e o Plano Nacional de Integração Hidroviária -PNIH (ANTAQ). O prazo de execução das obras será de 30 meses. O custo total do projeto de derrocamento é de R$ 508.445.135,71. Já os serviços de dragagem vão custar R$ 39.082.263,19.

Cidadão Itupiranguense-  Durante a Sessão Ordinária da última quarta-feira (15), na Câmara Municipal, os vereadores aprovaram a proposta de indicação de Título de Cidadão Itupiranguense ao presidente da Alepa, Dr. Daniel Santos. 

Ainda durante o encontro que reuniu os municípios de Marabá, Breu Branco, Nova Ipixuna, Goianésia do Pará, Itupiranga, Abel Figueiredo, Novo Repartimento e Jacundá, os deputados que estavam presentes aproveitaram para receber as demandas dos representantes municipais, para que assim possam fazer os encaminhamentos necessários.

Os deputados da comitiva foram: Doutor Daniel (sem partido), Ana Cunha (PSDB), Fábio Figueiras (PSB), Gustavo Sefer (PSD) e Toni Cunha (PTB).

Texto: Raissa Rebelo

 

Tags

Alepa Alepa em Ação

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder