PROTEÇÃO

Blitz educativa conscientiza sobre o Combate ao Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescente

Na manhã desta sexta-feira, 17, a Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), realizou ações educativas em vários pontos da cidade. O trabalho de conscientização é alusivo à data de 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Um dos pontos principais da blitz educativa foi na avenida Duque de Caxias, esquina com a travessa Mauriti, no bairro do Marco. No local, foram distribuídos panfletos para motoristas e pedestres, com informações de como denunciar casos de abuso contra crianças e adolescentes, além da exibição de faixas alusivas ao Dia Nacional.

A comerciante Georgete da Cruz, de 64 anos, fez questão de parar e pedir mais informações sobre o assunto. “Parei, porque achei muito interessante. Tenho netas e sempre é importante ter mais informações sobre o assunto, saber o que podemos fazer, como devemos agir e onde procurar ajuda”, disse.

Outros locais - Além do ponto no bairro do Marco, a ação foi distribuída em outros locais de grande movimentação, como as avenidas Augusto Montenegro e Perimetral, além da praça da Bandeira e o Terminal Hidroviário de Belém, na avenida Marechal Hermes.

“Estamos fazendo um trabalho de conscientização, integrando as proteções básica e de média complexidade. Nesses movimentos da blitz houve a junção das proteções. Ainda é preciso falar desse assunto e conscientizar para que as pessoas tenham coragem de denunciar a violência contra menores”, destacou a presidente da Funpapa, Adriana Azevedo.

Campanha - O dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes é marcado por diversas campanhas de conscientização. Desde o início de maio, a Funpapa vem realizando extensa programação nos cinco Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e em escolas municipais e estaduais. Palestras, oficinas, caminhadas e rodas de conversas foram algumas das ações feitas em Belém e nos distritos municipais.

“Durante toda a campanha, nós trabalhamos nas escolas e nos centros de referência da Funpapa. Envolvemos a comunidade nas mais diversas atividades, como oficinas, caminhadas e rodas de conversas”, disse Ivone Maia, assessora técnica da Fundação.

Quem também participou da ação foi o professor Silvio Dourado, de 56 anos. “Essas campanhas são um incentivo para evitarmos esse tipo de violência. Conheço exemplos de crianças que sofreram abuso. Vi que temos canais para denúncias, como o Disque 100 e também locais, aqui na cidade”, comentou.

Serviço - Os Creas encaminham os casos que recebem para os órgãos de direito, como o Ministério Público e Juizado da Infância e da Juventude. A vítima é acompanhada pelo Creas, por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI). O Disque 100 é o canal para denúncias, além dos Conselhos Tutelares do município.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

funpapa

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder