Saúde

Hospital Materno-Infantil de Barcarena ganha novo Banco de Leite

Em cerimônia realizada nesta sexta (17), o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan apresentou para a comunidade o novo Banco de Leite Humano da unidade. Com a inauguração, o hospital amplia o serviço de fornecimento de leite materno, principal alimento para crianças recém-nascidas, e se torna referência para captação e doação na região do Baixo Tocantins.

A entrega marca o início da programação que o hospital realizará durante a semana, em comemoração ao Dia Nacional de Doação de Leite Humano, celebrado no domingo (19), e que contará, ainda, com realização de curso de gestantes para as usuárias internadas, e ações de sensibilização na rede básica de saúde e na comunidade sobre a importância do leite materno e o cadastro de novas doadoras.

Além da inauguração do banco de leite, a diretora hospitalar do Materno-Infantil de Barcarena, Stephanie Valdivia, lembrou a importância da programação de sensibilização sobre a doação de leite humano e a participação da comunidade. "Não existe banco sem leite e não existe leite sem doadoras. E este é o papel mais importante desta campanha", ressaltou.

Durante a entrega do espaço, a coordenadora Estadual de Saúde da Criança, Ana Cristina Guzzo, destacou a relevância do banco de leite para a região. "É uma grande alegria poder receber um espaço como esse, que é reflexo daquilo que queremos em relação ao futuro e ao cuidado com a saúde das crianças. É um trabalho que começa antes do parto e a gente percebe o envolvimento de toda a equipe do hospital em apresentar um modelo de assistência com perspectivas humanizadas, que garantam o respeito à mulher", pontuou Ana Cristina.

Em agradecimento, o vice-prefeito de Barcarena, Paulo Alcântara ressaltou a excelência do serviço prestado pelo Hospital Materno-Infantil e relembrou visita técnica que fez recentemente na unidade. "Estou emocionado, participando deste momento, porque já fui secretário de Saúde deste município e acompanhei a construção do hospital. Hoje, temos uma estrutura que dá muito orgulho para Barcarena. Muitas mães e crianças estão sendo beneficiadas”, relatou. 

A importância do Banco de Leite 

O pequeno Arhur Rodrigues completou dez dias de vida nesta sexta-feira. E esse pouco tempo foi motivo de preocupação para a mãe. "Quando ele nasceu, não sei se pela ansiedade de realizar o sonho de ser mãe, não consegui amamentar. Ele acabou precisando do leite do banco. Agora, consegui amamentar", conta a mãe, que esteve na cerimônia de entrega do novo espaço, para reencontrar a equipe do hospital. "Elas foram muitos pacientes comigo e me ajudaram naquele momento", complementa Helem.

Atualmente, o Brasil mantém uma rede de bancos de leite humano formada por 437 unidades e é considerada a maior e mais complexa do mundo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com políticas de promoção do aleitamento materno e controle de qualidade do leite.

"Considerando que a promoção, proteção e o apoio à prática da amamentação são imprescindíveis para a saúde da criança, combate à desnutrição e à mortalidade infantil, o banco de leite humano é uma medida eficaz para as políticas públicas de amamentação", ressaltou, como explica a diretora Assistencial do Hospital Materno-Infantil, Milierne Evangelista.

Tags

Barcarena Materno Infantil de Barcarena

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder