EM OBRAS

Festival junino "Arraiá da Capitá" está confirmado para a Aldeia Amazônica

Em visita às obras de reforma da Aldeia Amazônica, na manhã desta sexta-feira, 17, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, confirmou que o festival junino “Arraiá da Capitá” será realizado nesse espaço, localizado no bairro da Pedreira. “A Aldeia Amazônica está recebendo investimentos expressivos de restauração total e já agora, para o mês de junho, poderá receber as apresentações das nossas grandes quadrilhas e toda a programação junina da Prefeitura de Belém”, garantiu.

Mesmo com a proximidade do evento, as obras na Aldeia Amazônica seguirão o cronograma de execução, sendo que, no período de festa, serão priorizadas as áreas internas ou que não serão usadas pelos grupos folclóricos, quadrilhas e similares, deixando a pista liberada para as apresentações. “Para nós, moradores da Pedreira, é uma alegria receber o ‘São João’. Moro aqui perto e acho que merecemos essa obra. Vejo que os operários estão trabalhando todos os dias para termos a volta da Aldeia”, destacou a aposentada Regina Oliveira, 64 anos, moradora do bairro da Pedreira há 55 anos.

Obras - Com 35% da obra avançada, a Aldeia Amazônica já reflete os resultados da reforma. Pintura interna e externa, novo calçamento, drenagem, revisão geral da cobertura e revisão das instalações elétricas e hidráulicas são alguns serviços já executados ou em andamento.

A obra tem um custo de R$ 2.758.749,35 e está sendo executada pela construtora Maguem, com prazo de conclusão para agosto de 2019. Cerca de 50 operários atuam na frente de obra, numa jornada diária de oito horas. “Este espaço público está sendo contemplado com uma reforma geral, revisão de cobertura, infiltrações, pisos, adequações às normas vigentes e muito mais. Estamos repaginando toda a Aldeia Amazônica para que ela retorne à população em suas festas de carnaval, juninas e todos os eventos que aqui são realizados”, destacou a titular da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), Annete Klautau.

A Aldeia Amazônia, além de arena cultural, é sede da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e da Ordem Pública. Abriga também a sala de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e a Escola de Dança da Secretaria Municipal de Educação, que estão sendo remanejados interna e externamente durante a obra. Já o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Pedreira, vinculado à Fundação Papa João XXI (Funpapa), ganhou nova sede.

Para o titular da Sejel, Wilson Neto, o trabalho articulado entre as secretarias municipais está proporcionando um projeto de reforma que atende às necessidades da Aldeia. “É um espaço muito emblemático para nossa cidade. Uma das marcas da Prefeitura é esse trabalho articulado. A Seurb conversando com a Sejel e as outras secretarias para deixar o espaço democrático, tanto para a finalidade a qual ele é destinado, que são as apresentações culturais, carnaval, São João, mas também para que seja um prédio funcional para os servidores. Um projeto que atende a todos”, destacou Wilson.

As obras na Aldeia Amazônica seguem com serviços de reforço estrutural, serralheria, revestimento interno, troca de louças, luminárias, tomadas e outros, cuja execução segue o cronograma de obra.

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder