MOBILIDADE

Ação educativa da SeMOB aborda ciclistas na travessa Antônio Baena

Dentro da programação Maio Amarelo, a SeMOB fez ação de conscientização para ciclistas, nesta sexta-feira

Desde o início da atual gestão, a Prefeitura de Belém tem investido em diversos modais de transporte e a bicicleta é um desses meios que vem recebendo atenção especial para a melhoria da mobilidade urbana na capital.

Pensando nisso, Prefeitura de Belém, por meio da divisão de educação para o trânsito da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB), realiza constantes ações que primam pela conscientização no trânsito. Durante a programação municipal do Maio Amarelo, essas ações foram intensificadas.

Nesta sexta-feira, 24, a ação foi centrada nos ciclistas. Durante toda a manhã, agentes educadores da SeMOB estiveram na ciclofaixa localizada na travessa Antônio Baena, no bairro do Marco, abordando transeuntes mostrando a importância da utilização das faixas destinadas exclusivamente a ciclistas.

Malha cicloviária - Um dos principais investimentos realizados pela Prefeitura está na interligação e aumento da malha cicloviária. Antes de 2013, Belém era dotada de ciclovias e ciclofaixas isoladas, sem conexões entre si. Entre 2013 e 2019, a ampliação foi de 32,7 quilômetros, resultando em um salto de 67,9 quilômetros de malha cicloviária para 100,6 quilômetros.

Apenas aumentar a extensão das faixas destinadas exclusivamente aos ciclistas não é suficiente. Também é necessário um trabalho junto aos condutores de carros, motos, ônibus e pedestres para que haja uma mudança de comportamento quanto ao respeito e à asegurança dos ciclistas.

Ação - Na ação desta sexta-feira, o carregador Edidalberto Corrêa conta que faz uso diariamente da ciclofaixa da Antônio Baena. “Assim como eu, muitos ciclistas vêm do bairro ao centro para resolver seus compromissos. É importante que haja respeito por parte dos motoristas”, avaliou.

Outro ciclista abordado pelos agentes educadores da SeMOB foi o autônomo José Anderson Pinheiro, que afirma não ser difícil presenciar situações de desrespeito no trânsito.

“Acontece muito de a ciclofaixa estar ocupada por um veículo estacionado ou um motoqueiro tentando fugir do congestionamento. Troquei o carro pela bicicleta há pouco tempo e procuro atender às normas de segurança. A agente chamou minha atenção sobre alguns itens que ainda não possuo, mas vou me adequar”, disse Anderson, que foi elogiado por estar quase dentro dos padrões previstos pelas normas de segurança.

Fiscalização - Aliada às ações educativas estão as operações de fiscalização realizadas por agentes de trânsito. Em ciclovias e ciclofaixas, a fiscalização é realizada pelo agente de trânsito ciclista, que trabalha utilizando bicicleta.

“Se o uso da bicicleta como meio de transporte vem crescendo, a necessidade de dar mais apoio aos ciclistas no trânsito também aumenta, e ter um agente sobre duas rodas é mais um estímulo ao meio de transporte. O agente sobre bicicleta tem outra visão do trânsito e pode coletar informações quanto às condições da ciclovia”, destaca o agente de trânsito Francenildo Moraes.

A atuação dos agentes ciclistas ocorre por toda a malha cicloviária de Belém. A cada semana, um perímetro é destacado para receber as rondas. Os agentes também dão apoio em ações educativas, buscando coibir comportamentos de filas duplas, estacionamento irregular ou em garagens e demais irregularidades.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

semob

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.