'Conquistando a Liberdade'

Internos de projeto da Susipe iniciam atividades na Uepa

Os internos realizam, pelas próximas semanas, a pintura e revitalização dos blocos do Campus I e do Castelinho.

Os internos do projeto Conquistando a Liberdade, da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), iniciara, nesta segunda-feira (27), suas atividades no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Eles foram recebidos pela Direção do Centro e realizam, pelas próximas semanas, a pintura e revitalização dos blocos do Campus I e do Castelinho. Em contrapartida, o CCSE oferecerá aos internos um cursinho preparatório para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), equivalente à conclusão do Ensino Médio.

A parceria entre o CCSE e a Susipe foi firmada este ano, por meio de articulação do deputado estadual Galileu Moraes. Para Anderson Maia, os primeiros anos de gestão à frente da direção do Centro já começam a render bons resultados. “A ampliação do ensino continuado para nossos alunos, o investimento em melhorias não só no Campus I, mas onde existem cursos do CCSE e, no caso dessa ação com a Susipe, é um retorno para a sociedade, auxiliando na ressocialização dos internos. Mostramos que o caminho da educação está ao alcance deles e que são muito bem-vindos aqui”, disse.

O grupo de trabalhadores foi recebido com um café da manhã reforçado, para dar energia durante a labuta. A atividade dos internos se dará das 8h às 14h, de segunda à sexta-feira, e incluem capina, manutenção, consertos, pintura, paisagismos, entre outros. A cada três dias trabalho, o interno reduz um dia de sua pena. A coordenadora de Trabalho e Produção, Ruth Benassuly, comemorou a articulação para levar a atividade também para a interiorização. “Temos internos em outras localidades que serão beneficiados com essa parceria”, comentou.

A partir da segunda semana de trabalho, os internos participam também do cursinho preparatório, que está sendo elaborado para atender as necessidades deles. Um levantamento de escolaridade foi iniciado. “Isso será maravilhoso para auxiliar na ressocialização deles. A parceria com o Centro está sendo muito positiva’, resumiu a gerente Profissionalizante da Diretoria de Reinserção Social da Susipe, Nayana Diniz Túlio.

“A maior contribuição dessa parceria com a Susipe é ajudar na ressocialização dos internos. Eles merecem estar inseridos novamente na sociedade. Isso contribui também com a autoestima, pois eles sofrem muito preconceito. A Universidade pode ajudar na qualificação e oferecer cursos de diversas naturezas, esse é um dos nossos papéis”, ponderou o vice-reitor, Clay Anderson Chagas.

Conquistando a Liberdade – O projeto “Conquistando a Liberdade” é promovido pela Susipe, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Polícia Militar. Inicialmente, o projeto era desenvolvido somente nas escolas da rede pública estadual de ensino, onde os detentos realizavam serviços de limpeza, poda de árvores, reparos nas redes elétricas e hidráulicas e consertos de cadeiras e mesas. Atualmente, o projeto também atende as próprias unidades penitenciárias do Estado.

O Conquistando a Liberdade atua na prevenção da violência, ajudando o detento a voltar ao convívio com à sociedade, além de reduzir a pena por meio do trabalho, direito garantido pela Lei de Execuções Penais. O projeto já chegou a 18 municípios paraenses e é reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça como referência no país como modelo de reinserção social para presos.

Tags

uepa

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.