Copa do Brasil

Segurança para jogo Paysandu e Internacional mobiliza 300 policiais militares

As equipes do Paysandu (Pará) e Internacional (Rio Grande do SulS) se enfrentam nesta quarta-feira (29), às 19h15, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em Belém, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O esquema de segurança e organização inclui 300 policiais militares, 60 bombeiros e 51 servidores da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), responsável pela gestão do estádio.

De acordo com o gerente de Segurança do Mangueirão, Cláudio Santos, o planejamento do jogo foi decidido em reunião na última segunda-feira (27), com a presença das várias instituições envolvidas - responsáveis pela limpeza do estádio, escolta dos clubes, primeiros-socorros, logística de transporte e outros segmentos. “Esse pessoal atua não só dentro do estádio, mas também no entorno, em uma área num raio de 5 km, especialmente os agentes de trânsito e militares. Da Seel, temos uma equipe que envolve profissionais da limpeza, vigilância, T.I. (Tecnologia da Informação), gramado, placar e som, monitoramento, apoio logístico, eletricistas e bombeiros hidráulicos. É uma grande logística para garantir o conforto e a segurança do torcedor”, explicou o gerente.

Participam efetivamente do trabalho e da organização do jogo representantes da Semob (Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém), Detran (Departamento de Trânsito), Secretaria de Saúde, Ministério Público, Polícia Civil, Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), Guarda Municipal, bombeiros civis, Juizado Especial do Torcedor e Federação Paraense de Futebol (FPF), representando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com o objetivo de assegurar o sucesso do evento.

Teste com VAR - Os equipamentos do VAR (Video Assistant Referee), também conhecido como árbitro de vídeo, já foram instalados em uma sala no Mangueirão, e passam por um jogo-teste para homologação na noite desta terça-feira (28), para uso na partida da Copa Brasil. A tecnologia, que serve de apoio aos árbitros em lances considerados duvidosos, será utilizada pela primeira vez no norte do País.

O trio de arbitragem, divulgado pela CBF, é formado pelo árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB) e pelos auxiliares Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP).

De acordo com o clube mandante, para Paysandu x Internacional foram disponibilizados 19.200 ingressos, entre pagantes, sócios-torcedores e gratuidades.

Tags

Esporte mangueirão polícia militar SEEL

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder