SARAU MATINAL

Alunos da escola municipal Maria Madalena Raad participam de evento literário

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), desenvolve vários projetos de incentivo à leitura nas escolas municipais. Um deles é o Sarau Matinal, que foi realizado na manhã desta sexta-feira, 6, na Escola Municipal Maria Madalena Raad, em Icoaraci, que teve a participação de cerca de 180 alunos.

O tema do Sarau Matinal teve como tema “O livro alimenta a alma e abre as janelas para o futuro”, no qual os alunos declamaram obras de autores como Vinícius de Moraes, Sylvia Orthof, Antoine Exupéry (autor de “O Pequeno Príncipe”), entre outros.

O Sarau é semestral e é realizado há dois anos, sob a responsabilidade do professor e bibliotecário da escola, Wilson Tadeu Amoras. “Esse evento é muito importante para os alunos, pois trabalhamos com a leitura, que é o início de toda educação. É muito significativo na vida deles, pois fica marcado em suas memórias e os estimula a aprender e interagir mais”, disse o professor Wilson, que estava fantasiado de “O Pequeno Príncipe”.

Quando se trata de leitura a aluna Mikelly Martins, de 8 anos, está presente. “Eu adoro ler. Depois que comecei a participar do Sarau, minha leitura melhorou. Antes de ir para casa, passo na biblioteca, pego um livro e leio rapidinho. Em casa tenho muitas historinhas da Turma da Mônica”, contou a menina.

“Já participei do Sarau três vezes, gosto de várias histórias, mas a minha favorita é ‘O Pequeno Príncipe’. Eu tenho um livro dele bem grande em casa, quero trazer para a  escola e mostrar aos meus amigos”, disse o aluno Miguel Araújo, de 7 anos.

No evento, houve apresentação do projeto Alunos Escritores, no qual foi apresentado o livro “Morrendo de Medo em Icoaraci”, produzido pelos alunos da escola. O trabalho foi inspirado na obra “Visagens e Assombrações de Belém”, do escritor paraense Walcyr Monteiro, que faleceu recentemente.

Projetos - Para buscar o melhor desempenho dos alunos nos estudos, com foco na leitura, a Semec desenvolve projetos como Café Literário, Visita de Escritores, Memórias da Literatura, Lendo e Relendo as Bibliotecas nas Escolas, Contadores de Histórias Mirins, entre outros.  

Atualmente, mais de 70 Escolas Municipais possuem bibliotecas e 21 Escolas Municipais de Educação Infantil (Emei) promovem Baú das Histórias. “O que é mais marcante no desenvolvimento desses projetos é ver o resultado com os alunos, como aqueles que se tornaram escritores”, elogiou Georgette Albuquerque, coordenadora do Sistema Municipal das Bibliotecas Escolares.

Segundo a diretora de Educação da Semec, Ana Célia Carvalho, o trabalho com leitura é desenvolvido, buscando construir a cultura da literatura com os alunos. “Por meio da leitura, percebemos o aumento da concentração dos alunos e uma maior interação deles com os colegas, os professores e com a própria escola. Construímos, assim, um cidadão leitor”, destacou Ana Célia.

Tags

semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder