NOVO ABRIGO

Prefeitura de Belém realoca grupo da etnia Warao que estava na avenida Rômulo Maiorana

Cerca de 60 indígenas da etnia Warao, que ocupavam o canteiro central da avenida Rômulo Maiorana, foram realocados pela Prefeitura de Belém para um abrigo provisório

Um grupo de indígenas da etnia Warao, que estava acampado no canteiro central da avenida Rômulo Maiorana, às proximidades da travessa Humaitá, foi realocado pela Prefeitura de Belém para um espaço provisório no bairro do Marco. O prédio, que servirá de novo abrigo, foi reformado e estruturado para receber os cerca de 60 indígenas Warao.

O traslado foi realizado na manhã desta segunda-feira, 10, e contou com a participação da Secretaria de Saneamento (Sesan) e Guarda Municipal de Belém (GMB). Uma equipe da Fundação Papa João XXIII (Funpapa) separou o grupo por núcleos familiares e identificou a todos com pulseiras. Foi garantido, também, transporte até o novo espaço.

“Foi criada uma força tarefa para retirar o grupo da praça. Tentamos adequar o novo local ao modo de vida deles, com redes, reformando os banheiros e a parte elétrica, deixando o espaço o mais acolhedor possível para eles”, explicou Carlyle Martins, antropólogo da Funpapa que presta assistência aos índios da etnia Warao.

Educação - No novo espaço, eles receberão toda a assistência de saúde e educação, além de alimentos, produtos de limpeza e de higiene pessoal. As crianças de 0 a 6 anos irão participar de aulas ministradas pelas professoras da Semec. O plano pedagógico contará com metodologias como a introdução à língua portuguesa, de forma lúdica, por meio de dinâmicas e brincadeiras. As aulas serão ministradas de segunda a sexta-feira, durante o período da manhã.

A Semec já vem desenvolvendo um plano pedagógico com as crianças Warao no abrigo do município, localizado na avenida Perimetral, e nos abrigos do Governo do Estado. “É importante acompanharmos as crianças, nessa reconstrução afetiva. A Prefeitura de Belém vem buscando investir em profissionais que tenham sensibilidade com o tema da afetividade e que atendam a essas questões”, explicou Manoela Porto, coordenadora do Núcleo Escola Indígena da Semec.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

funpapa guarda municipal semec sesan

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.